nsc
nsc

publicidade

Mobilidade

Terceira faixa no acostamento da BR-101 em Itajaí ainda não tem data para sair do papel

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
03/12/2019 - 12h14 - Atualizada em: 03/12/2019 - 12h45
BR-101 em Itajaí (foto: Luiz Carlos Souza)
BR-101 em Itajaí (foto: Luiz Carlos Souza)

A previsão de mais filas e congestionamentos na BR-101 durante a temporada de verão, quando é esperado um aumento de 60% na movimentação, poderia ser minimizada com a abertura do acostamento para uso como terceira faixa. Um projeto, já aprovado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), prevê a conversão do acostamento entre Navegantes e Balneário Camboriú, na entrada do Morro do Boi - mas ainda não tem data para sair do papel.

O estudo preliminar da Arteris Litoral Sul, feito após o aval da PRF, indicou que há viabilidade para a maior parte do trajeto. A concessionária aguarda agora a autorização do governo para desenvolver o projeto executivo. Só então será possível saber qual o total de investimento necessário para a obra.

O próximo passo será discutir formas de financiamento, já que as obras não estão previstas no contrato de concessão.

Na Capital

É aguardada ainda para este ano a autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para que a Arteris Litoral Sul dê início à abertura da terceira faixa no trecho Norte da Grande Florianópolis. No sentido Sul, a experiência melhorou a fluidez do trânsito em até 45%. O projeto está em fase de ajustes finais em Brasília.

Deixe seu comentário:

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Últimas do colunista

Loading interface...
Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

publicidade

publicidade

Mais colunistas

    publicidade

    publicidade

    Mais colunistas