nsc
nsc

publicidade

PERGUNTAS E RESPOSTAS

Tire suas dúvidas sobre a Zona Azul de Balneário Camboriú, que começa a funcionar nesta terça

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
11/11/2019 - 20h48 - Atualizada em: 11/11/2019 - 21h42
Parquímetro em Balneário Camboriú (foto: Bárbara Kantowicz, Divulgação)
Parquímetro em Balneário Camboriú (foto: Bárbara Kantowicz, Divulgação)

Instalados há cerca de um mês, os parquímetros na área central de Balneário Camboriú estarão oficialmente ativos a partir das 9h desta terça-feira (12). O estacionamento rotativo terá, nesta primeira fase, 1800 vagas funcionando de segunda a sábado, das 9h às 20h, por R$ 2 a hora.

Outras mil vagas serão implantadas nas próximas semanas. Por enquanto, é necessário pagar para estacionar nas ruas 1001, 981, 971, 951, 965, 959, Avenida da Lagoa, 901, 701, 601, 501, 401, 201, 10, 100, 200, 300, 500, 600, 700, 902, 1000, 1400, 1500, 1532, 1536 e em parte das ruas Alvin Bauer, 511, 916, 1440, 1520, 1528 e 1922.

Os créditos podem ser adquiridos nos parquímetros, pontos de venda, com os monitores, ou por meio do aplicativo Vago!.

A prefeitura de Balneário Camboriú tem um guia com perguntas e respostas com as principais dúvidas sobre o funcionamento do rotativo. Confira:

Perguntas e respostas

– Como cadastro meu veículo no parquímetro?

Com o número da sua placa (letras e números) e o número da vaga. É permitida a permanência de 2h em cada vaga, que será numerada no meio-fio. Passado esse período, é necessário estacionar em uma nova vaga e refazer o cadastro, com o número atualizado.

– Como pagar?

No parquímetro, só são aceitas moedas. Também é possível fazer o pagamento por meio do aplicativo VAGO! ou, ainda, em pontos de venda conveniados, que estarão em todo o perímetro do estacionamento. Os pontos de venda serão identificados por meio de adesivos e, em cada parquímetro, haverá um informativo sobre onde estão os mais próximos. Nos pontos de venda e com os monitores da empresa Lapaza, será possível adquirir TAG por R$ 10, que poderá ser abastecido com créditos e também será aceito pelos parquímetros. Com o TAG, o usuário pode resgatar o tempo não utilizado, pagando por minuto.

– Um TAG pode ser usado em mais de um carro?

Sim. É possível cadastrar uma placa principal e adicionar no parquímetro uma nova.

- Idosos e Pessoas com Deficiência (PCD) também terão vagas reservadas no estacionamento rotativo?

Sim, conforme a lei e o decreto que regulamentam o estacionamento rotativo. A cobrança será diferenciada: a primeira hora utilizada, por dia, será gratuita. O usuário fará o cadastro da vaga no parquímetro, indicando ser prioritária, e após a hora gratuita será cobrado. Não será utilizável em horas fracionadas.

– Na hora do pagamento no parquímetro, eu receberei algum tipo de ticket para colocar no carro?

Sim, você poderá escolher entre ticket impresso ou via SMS. Mas não precisa colocar o ticket impresso no painel, já que os veículos serão identificados através do número da placa e vaga pelo sistema online.

– Posso fazer a compra de uma fração de hora?

Sim. A compra pode ser feita pelo aplicativo, TAG ou no próprio parquímetro, utilizando moedas. O valor será convertido em minutos.

– Se eu paguei por uma hora e fiquei menos tempo, terei algum tipo de reembolso?

Para reembolso do tempo não utilizado é necessário utilizar o TAG ou o aplicativo.

– Quanto tempo meu veículo poderá ficar na vaga?

O limite é de duas horas.

– Se eu ficar duas horas em uma vaga, posso estacionar meu veículo em outra vaga na mesma rua e realizar o pagamento no parquímetro novamente?

Sim. Após o período de duas horas, o sistema do parquímetro registrará o veículo como estacionado de maneira irregular na vaga. É necessário passar para uma nova vaga, registrando o novo número.

- Se eu ficar mais do que duas horas na vaga, ou não pagar pelo tempo em que estiver estacionado lá, o que pode acontecer?

Durante o período de funcionamento do estacionamento rotativo, duas equipes de agentes de trânsito farão rondas pelas ruas e avenidas, conferindo a placa de cada veículo estacionado. Caso algum veículo esteja irregular, os agentes aplicarão uma multa de trânsito por infração grave no valor de R$ 195,23 e 5 pontos na carteira de habilitação. Além disso, poderá haver a remoção do veículo do local como medida administrativa.

– Haverá vagas específicas para motos?

Motociclistas não pagam o rotativo. Mas não podem estacionar em vagas para carros, sob pena de multa.

- Como é a fiscalização do rotativo?

O sistema do estacionamento rotativo informa a placa de cada veículo que está validada no momento aos Agentes de Trânsito, que utilizarão tablets. Caso identifique algum veículo cuja placa não conste no sistema, o agente imprimirá uma notificação de multa por infração no trânsito.

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Últimas do colunista

Loading interface...
Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

publicidade

publicidade

Mais colunistas

    publicidade

    publicidade

    Mais colunistas