nsc
    nsc

    Sinal vermelho

    Todos os concorrentes da licitação para alargar faixa de areia em Balneário Camboriú reprovam na habilitação

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    28/02/2020 - 08h08 - Atualizada em: 28/02/2020 - 10h43
    Praia Central de Balneário Camboriú (foto: Fabiano Correia)
    Praia Central de Balneário Camboriú (foto: Fabiano Correia)

    Os quatro consórcios que participam da licitação para o alargamento da faixa de areia da Praia Central de Balneário Camboriú foram inabilitados pela Comissão Permanente de Licitação (CPL). A decisão ocorreu após análise documental e julgamento de pedidos de impugnação, feitos pelos consórcios, contra os demais concorrentes.

    Segundo o secretário de Compras de Balneário Camboriú, Samaroni Benedet, a inabilitação das empresas ocorreu por falha documental.

    — Nenhuma comprovou documentalmente todas as exigências do edital – explicou.

    Os consórcios terão agora prazo de cinco dias úteis para contestar a decisão da Comissão. Se a decisão de inabilitação for mantida, abre-se novo prazo para que todas as empresas reenviem documentos. O objetivo é regularizar a papelada e fazer uma nova sessão de habilitação.

    A inabilitação de todas as concorrentes deve estender o prazo da licitação do alargamento. A previsão era de que as obras iniciassem entre março e abril, mas o município ainda não obteve a Licença Ambiental de Instalação (LAI) por parte do Instituto do Meio Ambiente (IMA).

    Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas