Florianópolis
Diogo

Em 2017

Trânsito mata duas vezes mais do que armas de fogo em Santa Catarina, diz IGP

Compartilhe
Por Diogo Vargas
26/01/2018 - 20h37
Acidente
(Foto: )

Balanço divulgado nesta sexta-feira pelo Instituto Geral de Perícias (IGP) revela que foram feitos 1.411 procedimentos periciais de pessoas mortas em acidentes de trânsito no Instituto Médico Legal (IML) de Santa Catarina, em 2017. O número é o dobro em relação aos exames em vítimas de armas de fogo, que foi de 744.

No total, o IML fez 4.460 exames cadavéricos no Estado no ano passado para identificar a causa da morte não natural. O trabalho fornece subsídios para a instrução de inquéritos policiais e processos penais.

A quantidade das vítimas de trânsito alerta sobre a matança anual que é o trânsito em Santa Catarina e a necessidade urgente de medidas de prevenção e educacionais por órgãos competentes e da sociedade em geral.

Ao todo, o IGP realizou 116.591 exames periciais em 2017, número considerado pela direção como de eficiência e produtividade da equipe. O IGP afirma ter como expectativas para 2018 manter o ritmo funcional e melhorar ainda mais o atendimento.

Números do IGP em 2017:

Instituto de Identificação: 639.007 carteiras de identidade expedidas.

Instituto de Análises Forenses: 25.921 perícias.

Instituto Médico Legal: 4.460 exames cadavéricos e 53.793 exames de lesões corporais.

Instituto de Criminalística: 25.506 laudos expedidos e 31.087 exames periciais.

Total de exames periciais: 116.591.

Fonte: IGP/SC.

Deixe seu comentário:

publicidade
Florianópolis
© 2017 NSC Comunicação
Florianópolis
© 2017 NSC Comunicação