publicidade

Navegue por
Edsoul

Meio ambiente

Consciência ambiental: peixe articulado da Comcap em exposição no CIC

Compartilhe

Por Edsoul
15/04/2019 - 06h48 - Atualizada em: 15/04/2019 - 06h50

Os jardins do Centro Integrado de Cultura (CIC) são a nova casa do peixe articulado produzido pela Comcap para alertar sobre a poluição no ambiente marinho. A instalação é itinerante e ficará no local até o dia 28 de abril. 

O peixe tem dois metros largura, cinco de comprimento e 4,7 metros de altura. Foi feito pelos empregados da Comcap com materiais reaproveitados e integra a campanha da prefeitura de Florianóplis A vida marinha não é descartável.

A alegoria, que desfilou na Passarela do Samba Nego Quirido durante o Carnaval, foi construída na oficina do Centro de Valorização de Resíduos a partir da reutilização de ferro e outras sucatas entregues nos Ecopontos, fantasias de carnaval descartadas pelas escolas de samba, além de CDs e DVDs.

A importância da conscientização se mostra quando os dados sobre os resíduos plásticos são analisados. Em 30 anos, a geração deste tipo de lixo mais do que dobrou em Florianópolis e, atualmente, ele representa 18,50% do material encaminhado ao aterro sanitário e que poderia ter sido separado para a coleta seletiva. De acordo com a Comcap, por ano, são encaminhadas em torno de 1,5 mil toneladas de plásticos para a reciclagem na Capital. Outras 35 mil toneladas seguem para aterro sanitário, onde levarão até 600 anos para se decompor. Além disso, o plástico jogado nas vias das cidades acaba alcançando o ambiente marinho e provocando grandes danos à fauna. 

Em todo o mundo, a Organização das Nações Unidas (ONU) estima que 25 milhões de toneladas de resíduos são despejadas por ano nos oceanos. Em torno de 60% a 80% desse lixo são materiais plásticos. Um problema sério.

Capital celebra Semana do Índio

O Dia do Índio é celebrado em 19 de abril e Floripa terá uma semana inteira de programação especial, que começa hoje sob o tema Presença da Cultura Indígena em Florianópolis.

A programação para este ano foi pensada de modo a sensibilizar as pessoas em relação ao índio e a sua cultura, seu modo de vida e sua arte. São várias atrações como exposições, apresentação de dança, palestras e roda de conversa com mulheres indígenas na Praça XV de Novembro. O evento proporcionará momentos agradáveis para os munícipes, visitantes e demais participantes que atuarão nas atividades programadas.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação