nsc
nsc

Ação solidária

Cervejas artesanais são trocadas por alimentos em Lages

Compartilhe

Eduarda
Por Eduarda Demeneck
28/05/2021 - 19h36
Ação solidária troca cerveja por alimentos em Lages
Ação solidária troca cerveja por alimentos em Lages (Foto: Matheus Cardoso)

O drive-thru solidário acontece neste sábado (29), em Lages. Onze cervejarias se uniram na Serra Catarinense para criar uma cerveja inédita e limitada. Produzida com lúpulo da região, a “Brazilian Blonde Ale” foi criada para ser transformada em alimento. Neste sábado cada garrafa poderá ser trocada por 1 kg de alimento não perecível, no Ginásio Jones Minosso, localizado no bairro Universitário das 10h às 16h.

>>Escola de gastronomia inaugura em Itajaí em junho

- É uma cerveja que a gente ajudou na receita, todo mundo. Tem um pouquinho de cada cervejaria e mais legal de fazer uma cerveja colaborativa é poder ter esse retorno social, comenta Ana Luiza Stolf, sócia e administradora de uma cervejaria de Lages.

Serão dez mil garrafas disponíveis e a intenção da organização é arrecadar dez toneladas de alimentos. Tudo será doado para entidades filantrópicas de Lages a partir da próxima semana.

>>Como surgiu o sorvete e suas deliciosas receitas

Lúpulo: Uma nova cultura na região serrana

Desde o ano passado a empresa Ambev está apoiando produtores que querem começar a cultivar o lúpulo, um dos principais ingredientes para produzir a cerveja. A cultura ainda é nova no estado e no Brasil. Mas, em Lages já começou a trazer resultados, o projeto “Fazenda Santa Catarina” doa mudas de lúpulo para pessoas da agricultura familiar. A intenção é criar uma grande rede de produtores para que Lages comece a produzir o lúpulo em grande escala. - Já tem alguns produtores fazendo testes e produzindo de forma bastante brava, desbravando essa nova cultura há algum tempo. Nós chegamos aqui para ajudar, para fazer com que esse fomento acelere. Então nós pretendemos fazer a doação de mudas para os agricultores para os agricultores familiares que tiveram interesse em fazer parte do projeto, com ajuda da Epagri que dará o apoio técnico, além disso oferecemos um contrato de compra, explica o coordenador de projetos da Ambev, Felipe Sommer.

Atualmente as cervejarias precisam importar o produto de países como a Alemanha, por exemplo, para poder produzir as cervejas artesanais. 

Eduarda Demeneck

Colunista

Eduarda Demeneck

Os principais acontecimentos de Lages e região.

siga Eduarda Demeneck

Eduarda Demeneck

Colunista

Eduarda Demeneck

Os principais acontecimentos de Lages e região.

siga Eduarda Demeneck

Mais colunistas

    Mais colunistas