nsc
nsc

Semana de restrição

Decreto em Lages autoriza delivery em todas atividades econômicas

Compartilhe

Eduarda
Por Eduarda Demeneck
16/03/2021 - 09h24
Atividades econômicas podem atender no sistema de entrega durante a semana de restrições
Atividades econômicas podem atender no sistema de entrega durante a semana de restrições (Foto: Greik Pacheco / Prefeitura de Lages)

Em Lages será mais uma semana de restrição, serviços não essenciais continuam fechados até sexta-feira (19). Uma medida chamada pelo prefeito Antonio Ceron de antipática, mas necessária. Representantes de entidades econômicas, como CDL e ACIL, são contra o Lockdown, eles afirmam que empresários terão que fechar as portas com mais dias de restrição. Para tentar diminuir os efeitos dessas medidas, o decreto assinado nesta segunda-feira (15), autoriza que todas as atividades econômicas atendam em sistema delivery (entrega em domicílio), a exemplo do que já vinha acontecendo com restaurantes, lanchonetes e lojas de vestuário.

>>Ex-secretário suspeito de furar fila da vacinação em SC tem R$ 66 mil em bens bloqueados pela Justiça

As entidades empresariais até tentaram uma flexibilização da abertura do comércio com limite de ocupação de 25% nos estabelecimentos para atendimento presencial, o que não foi aceito pelo Comitê de Crise, devido aos altos índices de internamento e casos confirmados de Covid-19.

>>Em apenas 15 dias, SC supera o total de mortes de fevereiro inteiro por covid-19

Aulas presenciais têm previsão de retorno para a próxima semana

Com a prorrogação das medidas mais restritivas as aulas nas redes públicas e privadas também estão suspensas até sexta-feira (19). A expectativa é que elas voltem na próxima segunda (22). Pelo menos, foi isso que ficou tratado na reunião online do Gabinete Emergencial de Prevenção e Acompanhamento da Covid-19. As escolas devem retornar em regime de alternância, online e presencial, cumprindo com os protocolos de segurança elencados nos Planos de Contingência de cada unidade.

>>Grupo que vai decidir sobre lockdown em SC é formado por técnicos da saúde, entidades e PM

Atualmente, no Sistema Municipal de Ensino existem cerca de 450 casos suspeitos ou confirmados entre profissionais da educação. Outros 200 profissionais estão afastados por pertencerem ao grupo de risco para a Covid-19 por possuírem comorbidades ou serem gestantes.

Eduarda Demeneck

Colunista

Eduarda Demeneck

Os principais acontecimentos de Lages e região.

siga Eduarda Demeneck

Eduarda Demeneck

Colunista

Eduarda Demeneck

Os principais acontecimentos de Lages e região.

siga Eduarda Demeneck

Mais colunistas

    Mais colunistas