nsc
    nsc

    Pandemia

    Em Lages, 30% das pessoas com sintomas da Covid-19 testam positivo

    Compartilhe

    Eduarda
    Por Eduarda Demeneck
    24/02/2021 - 13h26
    Cresce o número de atendimentos diários no Centro de Triagem da Covid-19, em Lages.
    Cresce o número de atendimentos diários no Centro de Triagem da Covid-19, em Lages. (Foto: Prefeitura de Lages / Divulgação)

    Na Serra Catarinense, os 56 leitos de UTI Covid estão lotados, por causa, principalmente, das transferências de pacientes graves com Covid-19 da região do Oeste aos hospitais Nossa Senhora dos Prazeres e Tereza Ramos. Além disso, o cenário local também preocupa autoridades de saúde. A demanda no Centro de Triagem da Covid-19, em Lages, quase dobrou neste mês. Segundo levantamento da Secretaria de Saúde de Lages, 30% das pessoas com sintomas da Covid-19 que procuram esse atendimento, testam positivo para o vírus. 

    >>Mais 59,5 mil doses da vacina Oxford-AstraZeneca chegam a Santa Catarina

    - Observamos que há 48 dias nós não ultrapassávamos 300 atendimentos diários. Segunda-feira (22) chegamos a 305, e ontem (23) chegamos a 335 atendimentos em 24h. Isso reflete nossa preocupação com a disseminação da doença, agravamento e diretamente na internação desses pacientes. Observamos que a cada 100 pacientes que estamos atendendo, 30 deles estão positivando para o Covid. – explica o Médico Responsável Técnico pelo Centro de Triagem da Covid-19, Leonardo Augusto Coelho. 

    >>Falta de UTI faz médico de Florianópolis escolher entre pacientes para internação

    Com mais resultados positivos para o vírus, a preocupação é que isso deverá refletir nos leitos hospitalares. Aliás, a macrorregião da Serra e Meio-Oeste, continua tendo uma das taxas mais altas de ocupação nos leitos adulto SUS. Segundo o último levantamento do painel de leitos, essa macrorregião está com 96,95% dos leitos de UTI, geral e COVID, ocupados.  Nesta terça-feira (23), o governo do estado anunciou a abertura de mais quatro leitos de UTI COVID no Hospital São Francisco, de Concórdia. A direção da unidade disse que ainda não foi informada oficialmente. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, a previsão é que eles sejam ativados o quanto antes, mas ainda não deu data.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas