nsc
nsc

Levantamento Epagri

Pomares mapeados por satélite em São Joaquim mostram expansão da área plantada

Compartilhe

Eduarda
Por Eduarda Demeneck
14/07/2021 - 14h58
Mapeamento com satélite quer dados mais concretos sobre a produção de maçã no estado.
Mapeamento com satélite quer dados mais concretos sobre a produção de maçã no estado. (Foto: Mycchel Legnhagi)

Imagens de satélite estão ajudando pesquisadores da Epagri em um estudo de mapeamento de pomares de maça em Santa Catarina. Ainda em fase preliminar o estudo aponta que na região de São Joaquim a área cultivada de maçã pode chegar a 8,7 mil hectares, isso é quase 1,2 mil maior do que o registrado em 2017 pelo Censo Agropecuário, do IBGE.

>>Novo decreto de SC libera atividades sem restrição de horário; veja as regras Em junho pesquisadores da Epagri/Ciram  fizeram a checagem a campo, depois das informações coletadas via satélite, foi a última etapa do projeto. A intenção é ter dados mais concretos sobre a produção de maçã no estado. - Apesar de ser a última, esta fase é de fundamental importância para a acurácia das informações levantadas e precisão dos dados, resultando numa informação de alta qualidade, relata Kleber Trabaquini, coordenador do projeto e pesquisador da Epagri/Ciram, órgão do governo de Santa Catarina responsável por fazer o monitoramento ambiental do Estado.

>>Campos de girassóis em Joinville abrem temporada 2021; veja como visitar Para esse levantamento foram usadas imagens do satélite europeu Sentinel-2 e do sino-brasileiro Cbers 04A. O projeto será concluído até o final de 2021, quando toda a área ocupada com pomares de maçã em Santa Catarina estará mapeada pela ferramenta de sensoriamento remoto. 

- Atualmente nossas estimativas são feitas por meio de entrevistas, com métodos subjetivos. Agora, com um software de geoprocessamento, conseguiremos dados mais assertivos”, descreve o pesquisador. 

Com esse estudo preliminar São Joaquim se firma como líder nacional de produção de maçã. Santa Catarina é o estado que mais produz a fruta no país, responde por 48% do total nacional.

Em 2020 a Epagri/Ciram fez usou as imagens de satélite para fazer um levantamento na área cultivada de arroz. O estudo apontou que o Estado conta com 149.591 hectares de arroz irrigado, uma área 5,5 mil hectares maior do que o estimado anteriormente, que era 144 mil hectares. A intenção é incluir cebola e uva na lista das cadeias produtivas 100% mapeadas por sensoriamento remoto.

Eduarda Demeneck

Colunista

Eduarda Demeneck

Os principais acontecimentos de Lages e região.

siga Eduarda Demeneck

Eduarda Demeneck

Colunista

Eduarda Demeneck

Os principais acontecimentos de Lages e região.

siga Eduarda Demeneck

Mais colunistas

    Mais colunistas