nsc
    nsc

    SELO ARTE

    Queijo Serrano pode ser comercializado em todo o país

    Compartilhe

    Eduarda
    Por Eduarda Demeneck
    16/09/2020 - 16h45
    Selo autoriza a venda de queijo serrano em território nacional
    Selo autoriza a venda de queijo serrano em território nacional (Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Secom)

    Produtores do Queijo Artesanal Serrano (QAS) podem comercializar o produto em todo o território nacional, para isso precisam de uma autorização da Cidasc através do “Selo Arte”. A medida deve impactar produtores de 18 munícipios catarinenses que até então só conseguiam fazer a venda em nível estadual. O primeiro produtor a receber esse selo é morador da cidade de Bom Retiro, o casal Air e Jacinta Zanelato . A entrega oficial aconteceu nesta quarta-feira (16), na propriedade de Santo Antônio. O secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo de Gouvêa, e o secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Fernando Schwanke acompanharam a entrega.

    O Selo Arte é um pedido antigo dos produtores rurais, através dele é possível vender produtos artesanais como queijos, embutidos, pescados e mel em todo o país. Para ser considerado artesanal, o produto deve ser individualizado, genuíno e manter as características tradicionais, culturais ou regionais. Além disso deverá ser regulamentado e reconhecido como artesanal pelo Estado de Santa Catarina.

    É preciso, ainda, que o estabelecimento seja submetido ao serviço de inspeção oficial (municipal, estadual ou federal). 

    Família Zanelato é a primeia do estado a ter autorização para comercializar o produto no país
    Família Zanelato é a primeia do estado a ter autorização para comercializar o produto no país
    (Foto: )

    No caso do seu Air Zanelato, primeiro produtor de queijo serrano a receber o “Selo Arte”, a propriedade possui selo de inspeção municipal (SIM). A família produz em média dois quilos de queijos serrano por dia. O rebanho é certificado como livre de tuberculose e brucelose. A possibilidade de expandir o mercado traz oportunidade de crescimento na renda e a garantia de continuar na atividade.

    “Somos pequenos, mas trabalhamos com muita qualidade. O Queijo Artesanal Serrano é feito com poucos ingredientes, mas tem muito da história e da tradição dos nossos antepassados. Eles nos deram de presente o bem fazer de um produto que atravessa gerações e é único para a nossa região. Apresentá-lo a mais pessoas e regiões é motivo de orgulho”, comemora o produtor Air Zanelato.

    Através do Departamento Estadual de Inspeção de Produtos de Origem Animal, a Cidasc é a responsável por conceder o Selo Arte aos produtos que atendem as normativas estaduais e federais. O selo é concedido para os produtos, e não para os estabelecimentos.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas