nsc
nsc

Meio-Oeste

Reunião entre lideranças do Meio-Oeste, governo e Celesc discute melhorias no abastecimento de energia elétrica

Compartilhe

Eduarda
Por Eduarda Demeneck
07/06/2021 - 07h24
Subestação de energia da Celesc em Caçador
Subestação de energia da Celesc em Caçador (Foto: Celesc/divulgação)

Lideranças empresariais e prefeitos da região do Alto Vale do Rio do Peixe, no Meio-Oeste vão se reunir com o governador Carlos Moisés, presidência da Celesc e deputados estaduais nesta segunda-feira (07). Na pauta, a discussão de alternativas para melhorar o abastecimento de energia elétrica na região. A intenção é encontrar uma solução para melhorar o sistema no retorno mais rápido da luz, para evitar que um apagão, como o registrado na sexta-feira (28) volte acontecer.

>>Luz volta a municípios do Meio-Oeste de SC após mais de 100 horas de apagão

Na semana passada o governador Carlos Moisés disse que criaria um grupo de trabalho para tentar resolver esse problema. As medidas devem ser divulgadas no fim da tarde em uma coletiva de imprensa, programa para acontecer de forma virtual.

Na sexta-feira (28), um tornado atingiu a região do Meio-Oeste. Deixou estragos na cidade de Campo Novos, seis bairros foram afetados, mais de 250 residências e 1,7 mil pessoas atingidas. Os fortes ventos derrubaram até estruturas de concretos. Cinco torres de alta tensão foram atingidas e deixaram pelo menos 13 municípios da região sem luz por quase cem horas, entre eles estava Caçador, Fraiburgo e Videira. A luz só retornou na terça-feira (01) à noite. Os prejuízos ainda estão sendo calculados, muitas empresas tiveram que parar os trabalhos pela falta de luz e muitos alimentos, que necessitavam de refrigeração, foram jogados fora. Seis cidades decretaram situação de emergência, Caçador, Fraiburgo, Videira, Rio das Antas, Lebon Régis e Macieira.

Eduarda Demeneck

Colunista

Eduarda Demeneck

Os principais acontecimentos de Lages e região.

siga Eduarda Demeneck

Eduarda Demeneck

Colunista

Eduarda Demeneck

Os principais acontecimentos de Lages e região.

siga Eduarda Demeneck

Mais colunistas

    Mais colunistas