nsc

publicidade

Eduarda

Saúde

Servidor é indiciado por vender equipamentos destinados ao Hospital Tereza Ramos

Compartilhe

Por Eduarda Demeneck
19/09/2019 - 17h16 - Atualizada em: 19/09/2019 - 17h18
Policia Civil
(Foto: )

Um servidor público do estado que trabalhava na fiscalização das obras da nova torre do hospital Tereza Ramos, em Lages foi indiciado pelo crime de peculato (art. 312 do Código Penal). Segundo a polícia civil, ele atuava na função de Engenheiro Clínico.

Pelo que apurou as investigações, ele teria furtado três ventiladores pulmonares de transportes que seriam destinados à nova estrutura do hospital. Os equipamentos novos custaram mais de R$ 60 mil e foram revendidos para um empresário em Balneário Camboriú.

Por meio de ordem judicial, os equipamentos foram aprendidos e entregues a direção do Tereza Ramos. O inquérito policial foi encaminhado para justiça catarinense e o servidor pode pegar de dois a doze anos de prisão. Por enquanto, ele aguarda o processo em liberdade.

O funcionário público confessou em parte a prática do crime, e foi afastado das funções e uma sindicância foi aberta pelo governo do estado para apurar o fato.

Deixe seu comentário:

publicidade