Epicentro dos congestionamentos na BR-470, Blumenau ficou por último nas obras de duplicação. O cronograma do Ministério dos Transportes para o primeiro trimestre mostra que os dois lotes litorâneos estarão praticamente duplicados até abril — o viaduto sobre a BR-101. Indaial também terá avanços importantes. O mesmo não se pode dizer do Lote 3, de Gaspar a Blumenau.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp

Verba limitada para desapropriações, mudança de projeto no trevo do Badenfurt (foto) e a troca da empreiteira responsável pelo lote ajudam a explicar o atraso. Mas é decepcionante, depois da força-tarefa que liberou o viaduto da Mafisa, entre 2018 e 2020, parte importante do trecho.

Relembrar é viver: em 2013, quando da assinatura da primeira ordem de serviço, a então ministra Ideli Salvatti (PT) afirmou que a duplicação começaria pelo trecho Indaial-Blumenau. Considerava-o urgente.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto do Whatsapp

Continua depois da publicidade

Leia também

As promessas do governo Lula para as rodovias federais que SC agora pode cobrar

Interinidade de Maria Regina em Blumenau expõe hesitação do governo para 2024

Reforma da Ponte de Ferro, em Blumenau, gera disputa entre empresas

Cidade da Europa tira de Pomerode o título de maior ovo de Páscoa do mundo

Destaques do NSC Total