nsc
    nsc

    Opinião

    Contra a Covid-19 em SC, comércio e restaurantes precisam abrir as janelas

    Compartilhe

    Evandro
    Por Evandro de Assis
    17/01/2021 - 08h00
    Em Blumenau, farmácia atende de portas fechadas e ar-condicionado ligado
    Em Blumenau, farmácia atende de portas fechadas e ar-condicionado ligado (Foto: Patrick Rodrigues)

    Dentre as medidas preventivas à contaminação pelo coronavírus, a ventilação de ambientes internos é uma das menos observadas em Santa Catarina. Empresas que “cumprem todos os protocolos” investem em providências de duvidosa eficácia, como tapetes desinfectantes, medição de temperatura e garrafas de álcool dispostas sobre pias para lavar as mãos (?!). Mas muitas deixam de fazer o básico: garantir a higiene do ar.

    > Receba notícias de Blumenau direto no Whatsapp. Clique e entre no grupo do Santa.

    Há pelo menos seis meses sabe-se que o Sars-Cov-2 espalha-se mais por minúsculas gotículas suspensas do que pelo toque. Mesmo assim, o calor do verão fez com que ambientes de circulação pública, como lojas, academias, bares e restaurantes, relaxassem nas precauções em nome do conforto térmico.

    Como praticamente não há fiscalização, depende dos gestores dos locais tomar providências para garantir a ventilação. Se é impossível atender aos clientes sem ar-condicionado, que se mantenham as janelas abertas. Quanto aos consumidores, é preciso boicotar quem não cuida da saúde alheia.

    Ambientes fechados são o que há de mais arriscado neste momento de alto contágio em Santa Catarina. A liberdade individual, tanto pregada, acarreta também responsabilidades individuais.

    Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp. Basta clicar aqui.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas