nsc
nsc

Covid-19

Outro vereador de Blumenau admite que esposa recebeu auxílio emergencial

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
24/06/2020 - 13h27
Adriano Pereira informou que valores foram devolvidos (Foto: Lucas Prudêncio, Divulgação)
Adriano Pereira informou que valores foram devolvidos (Foto: Lucas Prudêncio, Divulgação)

Um segundo vereador blumenauense admitiu que a esposa recebeu parcelas do auxílio emergencial pago pelo governo federal. Adriano Pereira (PT) divulgou nota nesta quarta-feira (23) em que afirma só ter tomado conhecimento da situação após o caso do vereador Oldemar Becker (DEM) vir a público.

"Ao chegar em casa comentei com a minha companheira Marlei se ela tinha visto ou lido sobre o tal fato, e ela disse que sim; imediatamente ela começou a chorar, e eu, sem entender, questionei o que havia acontecido, e ela disse que havia cometido um erro muito grave", disse Pereira em uma nota enviada à coluna.

A esposa é cuidadora de idosos na modalidade Microempreendedora Individual (MEI). Porém, como o marido recebe R$ 11 mil por mês, não poderia ter acesso ao benefício, restrito a quem tem renda familiar inferior a R$ 3,1 mil mensais.

Pereira também enviou o comprovante de um depósito de R$ 2,4 mil, que seria a devolução dos valores ao governo federal.

"Só posso pedir DESCULPAS, por mim, que não fui diretamente culpado, mas por ela, pois sei da minha CONSCIÊNCIA, da minha história de vida", afirmou o parlamentar.

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas