nsc
    nsc

    IMUNIZAÇÃO AVANÇA

    Santa Catarina amplia vacinação contra a Covid-19 para mais profissionais de saúde

    Compartilhe

    Evandro
    Por Evandro de Assis
    26/01/2021 - 07h33
    Estado pretende concluir vacinação dos profissionais de saúde na próxima semana
    Estado pretende concluir vacinação dos profissionais de saúde na próxima semana (Foto: Marcelo Martins, Divulgação)

    Mais categorias de profissionais de saúde começam a ser vacinadas contra a Covid-19 em Santa Catarina. A partir desta semana, integram a lista de prioridades os trabalhadores que coletam exames de coronavírus com swab (cotonete) ou atuam no diagnóstico laboratorial, os que prestam atendimento clínico de pacientes com suspeita em qualquer unidade de saúde e os que estão envolvidos em outros serviços de Atendimento Pré-Hospitalar (APH) além do Samu. A ampliação foi deliberada pelo Comitê Intergestores Bipartite (CIB) da saúde em reunião na segunda-feira (25).

    > Clique aqui para receber notícias de Blumenau e região pelo Whatsapp.

    Até então estavam sendo vacinados apenas os profissionais que atuam no combate à Covid-19 em hospitais, Samu, na vacinação e em instituições de longa permanência. Os municípios que concluírem a imunização desses grupos estarão autorizados a iniciar a vacinação dos demais profissionais de saúde, começando pelos acima de 60 anos e portadores de comorbidades.

    A expectativa do comitê, que inclui representantes do Estado e secretários municipais de saúde, é concluir a vacinação de todos os profissionais de saúde catarinenses até o fim da próxima semana. O Estado solicitou às prefeituras que informem, até a noite de quarta-feira (27), quantos profissionais de saúde ainda precisam ser vacinados para que recebam um número de doses suficiente.

    Astrazeneca

    As 47,5 mil vacinas da Astrazeneca/Oxford que começaram a chegar às regionais de saúde serão todas usadas para aplicação da primeira dose. A estratégia é diferente da Coronavac, em que o Estado decidiu reservar metade dos imunizantes para aplicar a segunda dose no mesmo grupo de pessoas — a partir da semana que vem. Isso ocorre porque o reforço da vacina da Astrazeneca deve ocorrer 12 semanas após a primeira aplicação. No caso da Coronavac, esse prazo é de apenas duas semanas.

    O número de vacinas da Astrazeneca que cada município catarinense receberá ainda não foi divulgado. Por enquanto, sabe-se apenas quanto cada uma das 17 regionais de saúde recebeu.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas