Criciúma e Brusque repetem neste ano a finalíssima de 2023. A única diferença é a inversão de mando, com a decisão no Heriberto Hulse. Foram os dois melhores. Os dois times mais fortes e mais seguros. Os mais competitivos.

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade do WhatsApp de Colunistas do NSC Total

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

O Criciúma confirmou sua condição de favorito chegando pelo segundo ano seguido. O atual campeão catarinense teve problemas contra o Barra na semifinal, mas foi forte suficientemente para se manter na briga pelo que pode ser a 12° conquista. O Tigre continua tendo uma base de time muito sólida, mas tem dificuldades de grupo. As opções não são boas.

Criciúma vence o Barra nos pênaltis e encara o Brusque na decisão do Catarinense

Continua depois da publicidade

Clique aqui para entrar na comunidade do NSC Total Esporte no WhatsApp

O Brusque cresceu nos confrontos mais difíceis. Contra o Avaí fez suas duas melhores partidas do campeonato. O quadricolor chega de novo, de novo e de novo… faz ótimo trabalho no departamento de futebol mantendo solidez e qualidade. O técnico Luizinho Lopes se mostrou um grande estrategista diante do Leão.

Avaí teve as chances, mas Brusque, mais uma vez finalista, foi muito eficiente

Como estão os jogadores da Seleção Brasileira do Penta, 22 anos depois

O Criciúma ganhou ano passado dentro do Augusto Bauer. Entrou favorito neste ano e segue o favorito na final. Mas o Brusque promete chegar ainda mais forte. Tem jogo e jogo dos bons.

Na seleção das semifinais, o Brusque coloca uma maioria. Enquanto o time de Luizinho Lopes entra com a defesa, o Tigre vem com o ataque. E o Avaí tem Giovanni e Pedrinho.

Confira os escolhidos da Seleção da rodada de volta das semifinais:

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total