Mesmo em crise profunda, o Corinthians deu um passo importante nesta semana nas discussões sobre a criação de uma Liga no futebol brasileiro. O Timão anunciou na última segunda-feira que está se juntando ao bloco formado pela Liga Forte União, fazendo um movimento troca de Liga que divide ainda mais as forças, na concorrência entre LFU e Libra.

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

Seleção Brasileira ficou pequena diante da Colômbia

(Foto: reprodução, X, SCCP)

Isso pode significar um aumento de R$ 300 milhões no valor do negócio da Liga Forte União. Este número foi o que ouvi nos bastidores de perspectivas de acréscimo no bolo a ser dividido pelos clubes nas negociações que ainda estão por vir para 2025.

Continua depois da publicidade

Corinthians, Grêmio e Fluminense e o risco real de rebaixamento na Série A

Corinthians se desfez do seu menor problema com a demissão de Antônio Oliveira

É bom lembrar que a LFU tem quatro clubes catarinenses. São eles Avaí, Chapecoense, Criciúma e Figueirense. Aumentando o bolo principal, aumenta também o valor que cada clube recebe pela negociação que for feita.

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

Clique aqui para entrar na comunidade do NSC Total Esporte no WhatsApp

A entrada do Corinthians ainda não está sacramentada e definida. O passo já foi dado pela direção do clube do Parque São Jorge, mas ainda falta a aprovação dos clubes fundadores em assembleia. Será que vão aprovar? Por um acréscimo de R$ 300 milhões? É claro que sim!

Veja também: Confira fotos da reforma do Pacaembu, antiga casa do Corinthians

Destaques do NSC Total