nsc
    nsc

    Recursos para estudar

    Catarinense aprovada em uma das melhores universidades dos EUA lança vaquinha virtual 

    Compartilhe

    Fernanda
    Por Fernanda Nasser
    10/07/2019 - 15h33 - Atualizada em: 10/07/2019 - 15h46
    Deputada federal Tábata Amaral com a medalhista intenacional, a catarinense Katarine Klitzke (Foto: Arquivo Pessoal)

    Katarine Emanuela Klitzke está unindo forças para realizar o seu grande sonho. Natural de Timbó, a jovem medalhista de ouro na 10ª Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA), realizada no final de 2018 no Paraguai, foi aprovada para estudar numa das melhores universidades de engenharia do mundo: Georgia Tech (Georgia Institute of Technology), nos Estados Unidos.

    No entanto, por ser uma universidade pública, ela não oferece bolsas de estudos para alunos internacionais no primeiro ano de graduação. Como o custo é alto, ela lançou uma campanha de vaquinha virtual para angariar recursos para estudar lá fora. Katarine já esteve em Brasília e se reuniu com a deputada federal Tábata Amaral, que também já foi medalhista em competições internacionais de astronomia, e do Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes. 

    Leia também: Projeto faz vaquinha para alunos da comunidade Frei Damião, em Palhoça, terem uniformes

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas