nsc
    nsc

    Solidariedade

    Mesmo com lesão, corredor consegue juntar recursos para entidade ligada ao Hospital Infantil

    Compartilhe

    Laine
    Por Laine Valgas
    02/10/2019 - 06h40 - Atualizada em: 02/10/2019 - 08h17
    Quilômetros de amor.
    Djalma Moura. Foto: Arquivo Pessoal

    A conquista do 1.000 Km Brasil não veio desta vez para o nosso Djalma Moura, o catarinense que foi fazer a prova no Rio de Janeiro e que fez desta uma corrida da solidariedade. Engenheiro de profissão, ele precisaria correr 100 km por dia e nos convidou a "comprar" cada quilômetro, por R$ 50, numa "vakinha online", e reverter todo o dinheiro para a Associação de Voluntários de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente (Avos), que atua no Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis.

    Infelizmente, uma lesão na panturrilha tirou o ultramaratonista da prova no segundo dia competição. Mas o objetivo de arrecadar recursos para a Avos não parou pelo caminho, não: graças também à sua contribuição, chegamos aos R$ 48.375 mil, dos R$ 50 mil que tínhamos como meta. Gratidão a quem entrou nesta conosco e ao Djalma, que fez o seu amor por corridas se multiplicar, num gesto tão lindo!

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas