Abro espaço pra falar de empatia – do se colocar no lugar do outro. Se a situação já é desafiadora pra todos nós, imagine pra quem tem alguma deficiência física ou mental.

Continua depois da publicidade

E aqui, a gente fala de um grupo catarinense muito especial, que está precisando do nosso olhar de carinho: falo aqui dos moradores da Orinonópolis Catarinense, que desde 1987 presta um belo trabalho, acolhendo mais de 50 portadores de necessidades especiais múltiplas, de toda a região da Grande Florianópolis  – aliás, é referência neste tipo de atendimento, em Santa Catarina.

Orinonópolis Catarinense
Orinonópolis Catarinense. (Foto: Divulgação)

Lá, eles recebem além de moradia e tratamento contínuo com profissionais das mais diversas áreas, alimentação, amor, carinho e atenção. São pessoas entre 14 e 90 anos, portadores de deficiências físicas, sensoriais, e psicológicas – algumas dessas deficiências classificadas como raras e de tratamento de alta complexidade.

Orinonópolis Catarinense
Orinonópolis Catarinense (Foto: Divulgação)

A casa conta com um convênio com a Prefeitura de São José, que cobre 30 por cento dos gastos mensais – os outros 70 por cento vem de doações, eventos que eles promovem – o que teve que parar, por este momento. Por isso, eles pedem a nossa colaboração: precisam muito de itens de higiene, luvas antissépticas, aparelhos de barbear e alimentos em geral.

Orinonópolis Catarinense
Orinonópolis Catarinense. (Foto: Divulgação)

Quem quiser levar doações direto na Casa, o endereço é: Rua Frederico Afonso, 5568 – Ponta de Baixo, São José. Eles também se dispõem a buscar o que for doado na sua casa. Basta ligar para o (48) 3343-0087 e agendar.

Continua depois da publicidade

Orinonópolis Catarinense
Orinonópolis Catarinense. (Foto: Divulgação)

Destaques do NSC Total