nsc
    nsc

    Redes sociais

    Dia 2 de junho de 2020: O mundo unido contra o racismo

    Compartilhe

    Leo
    Por Leo Coelho
    02/06/2020 - 11h56 - Atualizada em: 02/06/2020 - 11h57
    A cor preta marca as postagens desta terça-feira
    blackout

    Nesta terça-feira, no Instagram, pode-se perceber uma infinidade de “quadrados pretos”.

    Reação de indignação e tristeza à morte de George Floyd, homem preto - que foi morto de forma extremamente brutal - por um policial branco nos Estados Unidos.

    A maneira de reagir ao episódio de racismo pode ser vista através da hashtag #BlackoutTuesday.

    A comunidade artística, famosos e pessoas do mundo inteiro mudaram suas imagens de perfis por imagens totalmente pretas, ou postaram alguma arte em preto nos seus feeds.

    A plataforma Spotify, por exemplo, trocou a capa das suas mais importantes playlists por imagens pretas e até incorporou, em algumas delas e nos seus podcasts, o silêncio absoluto de 8 minutos e 43 segundos, tempo exato da duração em que o joelho do policial Derek Chauvin asfixiou a vítima George Floyd.

    Manu Gavassi, ex- participante do último BBB postou o apelo:

    “O show deve parar” - A indústria da música criou esse momento para interromper o lançamento de músicas em respeito às vidas pretas perdidas. Vamos usar essa pausa nas redes sociais pra deixar ecoar mais alto as vozes de criadores de conteúdo pretos ao redor do mundo. Parar. Ouvir. Não poste com a hashtag “black lives matter” porque dessa maneira você acaba deixando as informações sobre o que está acontecendo nos protestos de difícil acesso. É momento de parar, refletir e deixar quem realmente tem lugar de fala se expressar. #blackouttuesday”

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas