O veterano Glenn Hughes mantém acessa a chama do rock por gerações. Carregando o título de The Voice of Rock com brilho na voz, o inglês também é conhecido pelo groove de baixo capaz de aquecer plateias mundo afora. E é com seu show incendiário que o artista retorna a Florianópolis nesta quinta-feira, dia 2 de novembro. A apresentação começa às 21h, na Life Club, que fica na Vargem Pequena.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Conversamos com a fera do rock mundial. Confira a entrevista especial!

Leo Coelho: Você está retornando a Floripa para mais um show. O que você conheceu por aqui que ainda está em sua memória?
Glenn Hughes – O oceano, as praias lindas, a energia e os fãs.

A Inglaterra sempre respirou música. Como está o rock por lá?
Glenn Hughes – Eu moro em Los Angeles, e a cena musical aqui é tão forte quanto a do Reino Unido, é incrível.

Continua depois da publicidade

Poucos artistas possuem tanta experiência na atualidade como você. Aproveito para perguntar: O rock mudou?
Glenn Hughes – Mudou para melhor, todos nós crescemos, e todos aprendemos, e o rock’n’roll roll é igual a nós, está lá, está vivo e bem e está acontecendo.

Você teve passagem por bandas históricas como Deep Purple e Black Sabbath. Recentemente você abriu uma gravadora, a Pink Cloud Records. Como você avalia a qualidade dos artistas desta nova geração?
Glenn Hughes – Eles são ótimos, há muita alma e paixão nesses novos bandas, assim como nos anos 70, mas é claro que você também tem internet que às vezes, não ajuda no processo de crescimento e aprendizagem para o novo bandas.

Deve ser comum, durante suas apresentações, pais levarem filhos e até netos aos seus shows. Esta é a melhor maneira de atualizar o público de um artista tão experiente como Glenn Hughes?
Glenn Hughes – Sim, totalmente!

Sobre o show em Floripa. O que o público pode esperar desta apresentação?
Glenn Hughes – Muita energia, muito amor, muita gratidão e paixão!

Continua depois da publicidade

Obrigado pela entrevista.
Paz e amor.

Destaques do NSC Total