nsc
    nsc

    ABERTO

    Restaurante Rosso, que foi praticamente destruído pelo ciclone, já está aberto

    Compartilhe

    Leo
    Por Leo Coelho
    14/07/2020 - 13h02 - Atualizada em: 14/07/2020 - 13h48
    Alysson Müller reabriu as portas do Rosso nesta terça-feira, dia14
    Alysson Müller reabriu as portas do Rosso nesta terça-feira, dia14 (Foto: divulgação)

    O site do restaurante Rosso estampa o seguinte texto em sua capa: "Em meio aos imóveis com arquitetura açoriana de Santo Antônio de Lisboa, o Rosso Restaurante chama a atenção pelo estilo bem descolado e moderninho. Sua fachada envidraçada deixa transparecer o ambiente principal, onde o vermelho é a cor dominante, assim como o agradável deque à beira da praia, com piso forrado de conchas. Nesse cenário, o chef Alysson Müller trabalha para realçar a boa matéria-prima local."

    Entretanto, o local foi – praticamente – devastado pelo ciclone bomba, que varreu Santa Catarina no dia 30 de julho de 2020. As imagens do Rosso destruído percorreram o Brasil através dos grupos de WhatsApp. Mas é preciso muito mais que um ciclone bomba para derrubar a persistência, o talento e a veia empreendedora de Alysson Müller.

    Ciclone do dia 30 de junho praticamente destruiu o restaurante Rosso
    Ciclone do dia 30 de junho praticamente destruiu o restaurante Rosso
    (Foto: )

    Sem seguro e com muita coisa para reerguer, o empresário não se desesperou, dedicando-se ao máximo na reconstrução do imóvel.

    Obstinado, determinado e autêntico, Alysson é um manezinho diferenciado. Mesmo com todos os desafios da pandemia, agravados pelo ciclone, Müller nunca perdeu o bom humor e alegria em servir e empreender.

    Sobrou pouca coisa dalão do restaurante em Santo Antônio de Lisboa
    A maioria dos móveis do restaurante em Santo Antônio de Lisboa foram afetados
    (Foto: )

    Menos de 15 dias pós-pandemônio, o Rosso já abriu suas portas na charmosa orla de Santo Antônio de Lisboa. Agora a responsabilidade de incentivar grandes personagens da cidade está com a população, que pode – além de saborear o famoso polvo do Rosso – degustar do lindo visual e de um cardápio diferenciado.

    Não demorou 15 dias para o local retornar com suas operações
    Não demorou 15 dias para o local retornar com suas operações
    (Foto: )

    Vida longa para todos aqueles que não medem esforços em oferecer um grande serviço em nossa cidade.

    Vida longa ao Alysson Müller!

    O "galego" já está na cozinha do Rosso novamente
    O "galego" já está na cozinha do Rosso novamente
    (Foto: )

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas