O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado "Super porto BBS". Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de 25,5 milhões de m2. O investimento planejado soma R$ 4,8 bilhões. O projeto, de grandes dimensões, prevê a construção em etapas, de 15 terminais portuários para atender, no longo prazo, demandas derivadas da expansão dos negócios internacionais das companhias da região e de todo o Sul do país. O empreendimento vai ter canal de acesso de 18 metros de profundidade para garantir o trânsito de navios de grande porte.

Continua depois da publicidade

O complexo industrial portuário ainda terá indústrias de diferentes segmentos e uma área de zona de processamento de exportação – uma ZPE – atendendo, futuramente, empresas exportadoras com vantagens fiscais. O porto BBS vai ter ramal ferroviário próprio longe de áreas urbanas e três pistas rodoviárias de acesso à BR-101.

De maneira complementar, ainda estão previstas áreas de serviços logísticos para 3 mil caminhões, oficinas, borracharia, lojas e hotel.

(Foto: Reprodução)

O projeto arquitetônico do complexo é do escritório Jaime Lerner & Associados, de Curitiba. O estudo prevê, ainda, zonas comerciais, unifamiliares residenciais, escolas, universidade, hospital. Uma área de 8,5 milhões de m2 será preservada. mas há tudo por fazer: desde as primeiras autorizações legais dos órgãos federais que atuam no segmento – como a Agência Nacional de Transporte Aquaviário, a Antaq, até órgãos ambientais, como o Ibama, federal, e o IMA, estadual.

No litoral norte de Santa Catarina já operam o porto privado em Itapoá; o porto público de São Francisco do Sul; terminais privados em São Francisco do Sul, além do projetado Porto Brasil Sul, também idealizado para São Francisco do Sul.

Continua depois da publicidade

O norte catarinense, tendo Joinville como polo econômico principal, está em localização geo-econômica privilegiada sob o aspecto logístico. E cada vez mais se consolida como ambiente de negócios preferencial para empresários interessados em implantar ou ampliar negócios, notadamente os vocacionados para o comércio exterior.

Destaques do NSC Total