nsc
    nsc

    Economia

    Coronavírus: em Joinville, indústrias mecânicas se preparam para suspender contratos de trabalho

    Compartilhe

    Loetz
    Por Loetz
    04/04/2020 - 12h56 - Atualizada em: 04/04/2020 - 13h04
    foto mostra trabalhador da indústria
    Foto: Rodrigo Philipps/ Arquivo AN

    Por causa do coronavírus, a maioria das indústrias mecânicas de Joinville irá adotar o lay off, modalidade que prevê a suspensão do trabalho por dois a quatro meses, como forma de enfrentar a crise, que começa a ganhar corpo. A informação é do presidente do sindicato Ivo Prunner. 

    Estas mesmas empresas já concederam férias coletivas para grande parte de seu quadro funcional e, precisarão, na sequência, achar formas de evitar dano maior: o lay off é uma delas, amparado em recente Medida Provisória editada pelo governo federal.

    Acerto entre os sindicato laboral e patronal da categoria, em Joinville — a ser formalizado na segunda-feira, dia 6, prevê, também, a prorrogação para assinatura de  acordo coletivo de trabalho para adiante, ainda sem data definida. O grau de incertezas impede qualquer conclusão a respeito deste ponto, por ora.

    Em Joinville, o setor mecânico, incluindo-se oficinas, é composto por 1.312 empresas, das quais 1312 são associadas ao sindicato.  

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas