nsc
    nsc

    Voz dos oceanos

    Família Schurmann e aceleradora Spin lançam programa global de inovação

    Compartilhe

    Loetz
    Por Loetz
    17/11/2020 - 11h08
    Beny Fard, CEO da Spin, com a família Schurmann
    Beny Fard, CEO da Spin, com a família Schurmann (Foto: Divulgação)

    A aceleradora de startups Spin e a família Schurmann lançaram o programa global de inovação "Voz dos oceanos". O objetivo é reunir investidores, startups e indústrias para, juntos, encontrarem soluções para substituir, reduzir ou reutilizar os plásticos e polímeros.

    > Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

    O interesse é viabilizar menor agressão ao meio ambiente, ao mesmo tempo em que empresas possam ser referência em sustentabilidade e, ao saírem na frente, poderem ter melhores resultados também na área econômica porque a sociedade, em especial os mais jovens, já se preocupam em comprar mercadorias e serviços de quem cuida mais da natureza.

    O programa apresentado nesta terça-feira já tem o apoio do pacto global da ONU pelo meio ambiente e da Associação Brasileira da Indústria Plástica (Abiplast).

    O plástico gerou uma verdadeira revolução, possibilitando alguns avanços em importantes segmentos como a saúde. Mas, com a utilização em larga escala, principalmente, de descartáveis, surgiram também efeitos negativos ao meio ambiente, às espécies e até mesmo ao ser humano.

    O material se tornou a principal fonte mundial de poluição nos oceanos e vem provocando discussões que envolvem não só a sociedade, mas a ciência e o meio industrial.

    Como vai funcionar

    Entre todos os inscritos globalmente, 1500 deverão ser selecionados para o processo classificatório. Os melhores terão a oportunidade de conectar as soluções com demandas de indústrias, passar por aceleração e receber investimento para impulsionar as iniciativas.

    O objetivo é acelerar a adoção e implantação de soluções inovadoras e sustentáveis nas indústrias ligadas à cadeia de valor do plástico. de modo a direcionar o olhar com mais intensidade à responsabilidade ligada a elementos como meio ambiente, social e governança.

    Conforme Beny Fard, CEO da Spin, as empresas estão mais atentas às demandas da sociedade e alinhando os investimentos ao ESG.

    A Spin é a primeira e a maior plataforma de inovação startup+indústria do Brasil (hardware e software), a maior aceleradora de Santa Catarina (TechSC/KPMG) e também uma das dez melhores aceleradoras do país (Startup Awards 2018, 2019 e 2020). Com operação em São Paulo, Paraná e Santa Catarina, a Spin é parceira oficial do Stanford Research Institute para todo o território nacional.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas