nsc
    nsc

    Aplicativo

    Fazenda do Estado dá mais prazo para empresas regularizarem pendências

    Compartilhe

    Loetz
    Por Loetz
    21/12/2020 - 14h50
    Dinheiro
    O aplicativo "malhas fiscais" foi lançado em agosto de 2020 (Foto: NSC Total)

    A Secretaria de Estado da Fazenda (SEF/SC) prorrogou para 31 de maio de 2021 o prazo para regularização das inconsistências identificadas pelo aplicativo malhas fiscais no primeiro semestre de 2019. 

    > Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

    A data, que estava prevista para 31 de dezembro de 2020, marca o encerramento da modalidade de monitoramento e consequente início de fiscalização referente ao período de janeiro a dezembro do ano passado. A decisão atende ao pedido das entidades contabilistas e leva em conta o aumento no volume de trabalho agravado pela pandemia.

    Mesmo assim o Fisco recomenda a regularização antecipada, a fim de evitar problemas de última hora e possível ocorrência de ação fiscal que suspende imediatamente os benefícios da espontaneidade. Desde o lançamento do aplicativo, 16 mil declarações de débitos de ICMS especiais. Foram emitidas e mais de 513 mil escriturações fiscais digitais e declarações do programa gerador do documento de arrecadação do Simples Nacional foram retificadas, totalizando uma recuperação de R$ 200 milhões.

    > Quase mil empresas de Joinville caem na malha fina da Receita

    > Deputados federais de Santa Catarina constam de lista de devedores do fisco e da Previdência

    Lançado em agosto de 2020 pela SEF/SC, o aplicativo malhas fiscais possibilita que contabilistas cadastrados visualizem os eventuais equívocos relativos aos clientes, resultantes do cruzamento das informações dos documentos fiscais eletrônicos. Na semana passada, a fazenda fez reunião virtual com representantes de entidades de contabilistas.

    Mais colunistas

      Mais colunistas