nsc
nsc

Construção civil

Joinville tem valorização de imóveis e construtoras aumentam lançamentos

Compartilhe

Loetz
Por Loetz
25/08/2020 - 08h02
Prédios no Centro de Joinville
Prédios no Centro de Joinville (Foto: Carlos Junior, Arquivo A Notícia)

O setor da construção civil de Joinville demonstra otimismo neste segundo semestre de 2020. Pesquisa contratada com exclusividade por empresas associadas ao Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) revela que a pandemia do novo coronavírus não causou impactos tão severos aos negócios.

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do A Notícia

Entre os indicadores revelados no levantamento feito pela Brain para o Sinduscon, destaque para o valor geral de vendas (VGV) de lançamentos residenciais. Se comparados os valores do segundo trimestre de 2020 com o mesmo período do ano passado, o aumento foi de 48%. De abril a junho de 2019 foram lançados empreendimentos no valor de R$ 36 milhões, e no mesmo período deste ano o total chegou a R$ 53 milhões.

O VGV vendido, na comparação dos meses de abril, maio e junho de 2019 e de 2020, também subiu: passou de R$ 82 milhões no segundo trimestre do ano passado para R$ 96 milhões no segundo trimestre deste na, uma alta de 17%.

Outro índice que teve crescimento significativo foi o do valor médio do metro quadrado privativo. De maio para junho deste ano, o incremento foi de 4%. Isso reflete uma procura ascendente por imóveis na cidade. E tem forte correlação com a queda dos estoques de unidades residenciais verticais - os de apartamentos em prédios residenciais. No acumulado de um ano, a queda foi de 9,3% na disponibilidade.

No mercado vertical residencial, o cluster que apresenta o maior valor por m² é mais central e o único com m2 acima da média do município. Integram este cluster os bairros América, Atiradores, Bom Retiro, Centro, Costa e Silva, Glória e Santo Antônio. 

Para o presidente do Sinduscon de Joinville, Bruno Cauduro, os números do mercado imobiliário e os indicadores econômicos nacionais sustentam o otimismo.

- Apesar da crise, o mercado se manteve ativo em Joinville, tanto nos negócios, quanto na geração de empregos. Tivemos um saldo positivo de vagas na construção civil em junho, segundo dados do Caged. Além disso, em função dos estoques baixos de apartamentos na cidade, a hora é propícia para lançamentos. No contexto econômico, a queda na Selic e, consequentemente, nas taxas de juros do financiamento imobiliário, tornam o cenário favorável para o setor. 

Cláudio Loetz

Colunista

Loetz

Claudio Loetz é um dos mais renomados colunistas de economia do Sul do Brasil. Com textos analíticos e informativos, é a principal fonte de informação para os interessados em negócios em Joinville e região.

siga Loetz

Cláudio Loetz

Colunista

Loetz

Claudio Loetz é um dos mais renomados colunistas de economia do Sul do Brasil. Com textos analíticos e informativos, é a principal fonte de informação para os interessados em negócios em Joinville e região.

siga Loetz

Mais colunistas

    Mais colunistas