nsc
    nsc

    Balanço

    Lucro da WEG cresce 17% em meio à pandemia do coronavírus

    Compartilhe

    Loetz
    Por Loetz
    22/07/2020 - 11h13
    WEG, de Jaraguá do Sul
    WEG, de Jaraguá do Sul (Foto: Divulgação)

    A WEG, de Jaraguá do Sul, fechou o segundo trimestre do ano com lucro liquido de R$ 514,4 milhões. O valor é 17% superior aos R$ 440 milhões apurados entre janeiro e março. A receita operacional líquida totalizou R$ 4,06 bilhões, uma alta de 23% em relação a abril-junho do ano passado e incremento de 9,4% sobre o primeiro trimestre de 2020.

    Outro resultado positivo é o do Ebitda (geração de caixa): R$ 732,2 milhões, o que significa aumento de 36% no comparativo com o segundo trimestre de 2019 e, também alta de 18,3% na comparação com janeiro-março deste ano.

    Os negócios de ciclo curto, especialmente aqueles ligados às áreas de motores comerciais, tintas e vernizes, e motores industriais, foram fortemente impactados pela crise gerada pelo novo coronavírus.

    Mas a carteira de equipamentos de ciclo longo, o câmbio favorável e ajustes operacionais internos mais do que compensaram os efeitos negativos causados pela pandemia. A empresa percebe que já houve gradativa melhora ao longo do trimestre, o que sugere que o pior momento da crise já deve ter passado.

    Mesmo com essa percepção, a WEG analisa o cenário na perspectiva de que a crise não foi superada ainda. Há incertezas em relação à recuperação econômica dos países onde a WEG atua. A companhia também não descarta a possibilidade de haver uma segunda onda de contágio global.

    ​> Receba notícias de Joinville e da região Norte de SC por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do AN

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas