nsc
    nsc

    Crise do coronavírus

    Micro e pequenas empresas brasileiras têm dívidas de R$ 106 bilhões, diz estudo do Sebrae

    Compartilhe

    Loetz
    Por Loetz
    10/08/2020 - 15h40 - Atualizada em: 10/08/2020 - 16h01
    foto mostra teclado de computador, calculadora, óculos, caneta e documento
    Cerca de 3 milhões de empresas estão com dificuldades de pagar suas contas ou já encerraram suas atividades nos últimos quatro meses (Foto: Arquivo NSC)

    Os micro e pequenos negócios estão entre as 3 milhões de empresas que estão com dificuldades de pagar suas contas ou já encerraram suas atividades nos últimos quatro meses. Estudo feito Sebrae estima que, até o final de julho, as micro e pequenas empresas brasileiras acumulam dívidas de R$ 106 bilhões.

    O valor apurado resulta do cruzamento de dados da pesquisa Pulso Empresa do IBGE e pesquisas recentes do Sebrae sobre o impacto do coronavírus nas MPE Como as pesquisas do IBGE não consideram os microempreendedores individuais, é possível que as dívidas passíveis de disputas judiciais sejam ainda maiores.  

    Multa para quem tem Covid-19 e sai na rua será divulgada na quarta-feira

    Dos R$ 106 bilhões m passivos, R$ 18,2 bilhões são gastos de pessoal; R$ 6,3 bilhões em aluguéis e R$ 81,3 bilhões em outros custos e despesas, que são, em sua maioria, gastos com matérias-primas, insumos e serviços contratados ao longo da cadeia de suprimentos.

    > Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do A Notícia

    O principal motivo apontado pelos empresários pelo acúmulo de dívidas é a queda no faturamento. Dados recentes da Cielo mostram que a queda de faturamento do varejo na semana de 21 a 27 de junho, em comparação ao pré-crise, foi de 24%.

    Números coletados pelo Sebrae com donos de pequenos negócios no mesmo período apontaram para uma queda de 42%, quase o dobro. Para a média de todos os segmentos, essa queda foi de 51%, cenário melhor do que aquele encontrado no início de abril (70%), mas ainda consideravelmente dramático.

    > Cinco bairros de Joinville têm quase 30% do eleitorado: veja a lista por local de votação

    > Avaliação de risco da pandemia não aponta mudança no isolamento em Joinville e região

    Considerando toda a cadeia de micro e pequenos empresários, um estudo do Sebrae mostra que 40% dos pequenos negócios já estão com dívidas em atraso, o que, de acordo com dados da Receita Federal, representam mais de 7 milhões de CNPJs endividados. Somado a isso, o Banco Central elaborou em maio um diagnóstico que estimou um conjunto de empresas consideradas mais vulneráveis à inadimplência. Juntas, essas pessoas jurídicas possuíam uma dívida de R$ 893 bilhões.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas