nsc
    nsc

    Investimento

    Nidec já investe no aumento da produção da Embraco

    Compartilhe

    Loetz
    Por Loetz
    19/11/2019 - 09h10 - Atualizada em: 19/11/2019 - 15h04
    Reunião na Acij
    (Foto: Cleber Gomes)

    O novo diretor de Operações (COO) da Embraco, José Lainor Driessen, disse, em reunião na Acij, que o grupo japonês Nidec já fez investimentos de 20 milhões de dólares na unidade nas cinco últimas semanas. Conta que o objetivo do aporte de recursos é aumentar a capacidade de produção e agregar novas linhas de produtos. - Assim, será possível criar mais empregos em Joinville.

    Perguntado se a unidade de Joinville poderá produzir o compressor sem óleo - desenvolvido pelas equipes de Joinville, mas fabricado no México -, o executivo analisa que o custo Brasil "nos machuca muito", mas argumenta que "o governo está na direção correta e o grupo Nidec tem coragem de investir no país".

    A Nidec comprou a Embraco em abril do ano passado, concluindo a transação, oficialmente, em 1 de julho de 2019, após a aprovação da Comissão Européia, concedida em 26 de junho deste ano. Essa aquisição foi realizada de acordo com o plano de aquisição anunciado em 24 de abril de 2018. A Embraco e suas subsidiárias se tornam subsidiárias da Nidec e perde CNPJ próprio. Com a compra, a Embraco passa a se chamar Nidec Global Appliance Compressores e Soluções em Refrigeração Ltda.

    Em comunicado, o grupo japonês informou que vai vender seus negócios de compressores Secop como condição para a aprovação da Comissão Europeia para a compra da Embraco.

    - A força da Embraco está nos compressores líderes da indústria para refrigeradores domésticos e comerciais. A Nidec ainda diz que a aquisição "aproximará a companhia de seu objetivo de vendas de 2 trilhões de ienes para o exercício fiscal 2020".

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas