publicidade

Navegue por
Loetz

Crescimento econômico

Oxford de São Bento do Sul cresce em dois dígitos

Compartilhe

Por Loetz
13/03/2019 - 10h10 - Atualizada em: 13/03/2019 - 10h15

A Oxford, de São Bento do Sul, aumentou sua receita líquida em 13% no ano passado. O faturamento bruto atingiu R$ 358,4 milhões. Com esse resultado, a companhia conseguiu dobrar as suas vendas nos últimos cinco anos.

O número de peças produzidas em 2018 chegou a 62,5 milhões. As exportações tiveram uma elevação ainda mais significativa, passando sua participação no faturamento geral de 8,3% em 2017, para 10,6% em 2018. Com crescimento de 44%, as vendas internacionais somaram R$ 26 milhões.

Para 2019 a Oxford planeja avançar mais 16% em sua receita líquida. Para alcançar o objetivo, vem intensificando suas ações comerciais, de marketing e produtos. Para o mercado brasileiro, a companhia se propõe a ser uma marca de soluções completas para cozinhar, servir, organizar, decorar e brindar.  

Royalties

O Supremo Tribunal Federal vai julgar dia 4 de abril o processo que trata da demarcação da divisa oceânica entre os Estados do Paraná e de Santa Catarina para fins de distribuição de royalties a título de indenização aos Estados e municípios devido à exploração de poços de petróleo.

Eficiência energética

Para incentivar as ações de eficiência energética, a Celesc ampliou o orçamento disponível para os programas da área. Como consequência, o recurso destinado à chamada pública passou de R$ 9,5 milhões para R$ 40 milhões. O processo vai selecionar os projetos que tragam os melhores resultados do ponto de vista do sistema elétrico nacional. As inscrições podem ser realizadas até o próximo dia 29 de março.  

Estocada

Do presidente da CDL de Joinville, Zeca Ramos, em sua fala de posse:

- Esperamos que alguns vereadores reflitam mais e compreendam a importância do serviço de estacionamento rotativo para o comércio e para a cidade.

No discurso ainda relacionou, como prioridades, a urgência das obras de contorno ferroviário de Joinville, que atrapalha o fluxo dos cidadãos na região Sul do município. Anunciou o interesse de construir nova sede da CDL. Os estudos estão avançados.  

Ensaio

Valdir Steglich, o médico e presidente da Escola Teatro Bolshoi do Brasil, tem sido estimulado a disputar um espaço nas eleições majoritárias para prefeitura de Joinville, em 2020. E não desgosta da ideia. Sem descartar qualquer hipótese, alega ser ainda muito cedo para se posicionar. Sorri quando perguntado a respeito. E complementa: - estou aprendendo a fazer política.

 

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação