nsc
    nsc

    TRANSPORTES

    Governo quer tirar caminhões com mais de 30 anos das estradas

    Compartilhe

    Loetz
    Por Loetz
    17/07/2020 - 16h11
    foto mostra BR-101 em SC
    Primeiros testes do Programa Frota Verde serão realizados ainda em 2020 em Santa Catarina (Foto: Rafaela Martins/ Arquivo NSC)

    Santa Catarina será o primeiro Estado a implantar o programa Frota Verde, que está sendo construído pelo Ministério da Economia, Secretaria da Fazenda de Santa Catarina e Federação de Empresas de Transporte de Carga e Logística de Santa Catarina. A iniciativa piloto objetiva tirar 100 mil caminhões poluentes, com mais de 30 anos de idade, e que ainda rodam em todo o país. Ônibus, micro-ônibus e implementos rodoviários (reboques, semirreboques, carrocerias). também vão ser enquadrados no Frota Verde.

    Condomínio industrial com mais de 750 mil metros quadros será construído em Araquari

    O ministério quer fazer os primeiros testes do programa ainda neste ano. Sob o aspecto tributário, a ideia, por exemplo, é o governo estadual conceder crédito presumido para o frotista comprar caminhão com até 10 anos de uso, em cooperativas e bancos, deixando de usar o veículo mais antigo, que deverá ir para sucata, explica Rabaiolli.

    Na próxima semana haverá mais um encontro, desta vez com os empresários de médio e pequeno porte do setor. O modelo matemático de taxas de juros e de prazo para pagamento do veículo novo ainda precisa ser definido.

    — O programa é uma integração entre os governos federal e estadual e o setor produtivo de bens e serviços, para a reciclagem dos veículos pesados, já que temos uma frota antiga que é muito poluente — pontua a coordenadora-geral de Ambiente de Negócios do Ministério da Economia, Margarete Gandini.

    O secretário da Fazenda, Paulo Eli, participou, na manhã desta sexta-feira (17), de videoconferência com representantes do Ministério da Economia sobre o tema. O governo do Estado implementou a tributação verde em 2019, que trouxe um novo paradigma econômico.

    — Como temos uma das melhores infraestruturas e logísticas, participar do programa Frota Verde irá auxiliar na transformação para um ambiente ainda mais seguro aos catarinenses — diz Paulo Eli.

    Também participaram da reunião virtual o vice-presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir), José Sprícigo; o vice-presidente da Fetrancesc, Dagnor Schneider; o representante da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Samy Kopit; o coordenador das Indústrias do complexo automotivo do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Thomas Caldellas; e o representante do Ministério da Infraestrutura, Antônio Ferr.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas