nsc
    nsc

    Economia

    Santa Catarina detém quase 10% das startups de logística do país, aponta estudo

    Compartilhe

    Loetz
    Por Loetz
    21/10/2020 - 08h31 - Atualizada em: 21/10/2020 - 09h12
    Joinville é hoje um dos destaques nacionais do segmento de startups
    Joinville é hoje um dos destaques nacionais do segmento de startups (Foto: Maykon Lammerhirt, Arquivo A Notícia)

    Santa Catarina é o terceiro estado do país com o maior número de startups do segmento de logística, concentrando 8,5% das logtechs brasileiras. Os dados são do Distrito LogTech Report 2020, principal fonte de inteligência sobre novas tecnologias e inovação no mercado de logística nacional. Os líderes do ranking são os estados de São Paulo, com 50,2% das startups, e Minas Gerais, que detém 10,2% das companhias do gênero.

    > Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do A Notícia

    Atualmente o mercado de logtechs abrange pelo menos 283 startups e 11 mil trabalhadores no Brasil, com faturamento que chegou a R$ 100 bilhões em 2019. Os empreendimentos se destacam principalmente por desenvolverem soluções relacionadas a gestão logística (46,3%) e entregas (19,4%).

    Dados do Distrito Dataminer apontam que mais de 60% das logtechs catarinenses são dedicadas à gestão logística e pouco mais de 20% à logística reversa. Em menor proporção estão startups com atuações relativas a estoque e marketplace de frete.

    Joinville é hoje um dos destaques nacionais do segmento de startups. Segundo dados do Tech Report 2020, produzido pela Acate, a maior cidade catarinense está entre os dez municípios brasileiros com a maior taxa de empresas de tecnologia por habitante (2,4 empresas para cada mil pessoas), e é destaque de eficiência produtiva, com índice de R$ 70 mil por trabalhador (a quinta mais alta do Brasil).

    > Exposuper começa edição digital com mais de 2 mil inscritos

    A região de Joinville ainda abrange 2,2 mil empresas do segmento, que conta com startups de projeção nacional como a Asaas (que oferece serviços financeiros para profissionais autônomos, MEIs e micro e pequenas empresas) e contabiliza 51 mil clientes no Brasil e mais de R$ 3 bilhões transacionados em sua plataforma.

    Também a Motoboy.com - startup pioneira em soluções de logística last mile no Brasil. A logtech, especializada em entregas de mercadorias e documentos, está presente em mais de 150 cidades de médio e grande porte e contempla mais de 130 mil usuários cadastrados no país.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas