nsc
    nsc

    "SEM PROBLEMAS"

    Arábia Saudita mantém volume de exportações de frango de SC

    Compartilhe

    Por Moacir Pereira
    23/01/2019 - 16h54 - Atualizada em: 23/01/2019 - 18h53
    Frango
    (Foto: )

    Os cinco principais frigoríficos de Santa Catarina que exportam carne de frango para a Arábia Saudita tiveram mantidos o volume de exportação e não estão incluídos no embargo anunciado nesta semana.

    Informação do secretário da Agricultura, Ricardo de Gouvêa, esclarecendo que em Santa Catarina 19 plantas indústrias estavam habilitadas pelos sauditas e desse total apenas cinco foram mantidas, sem problemas. Entre as 14 excluídas, 3 estão inativas e as outras 11 estavam exportando volumes pequenos, na avaliação do secretário.

    De posse de novos dados oficiais, Ricardo de Gouvêa esclareceu que a suspensão das exportações tem motivação essencialmente técnica, sem qualquer conotação política. Foi uma avaliação feita nas 137 indústrias frigoríficas de todo o Brasil, realizada por uma missão técnica em 2018.

    Os sauditas concluíram que das 137 plantas, 63% do volume de exportações de frango era feito por 25 empresas, das quais cinco de Santa Catarina. As principais unidades da BRF e da JBS não foram afetadas pelo embargo. Estão localizadas em Videira e Capinzal (BRF) e Itapiranga, Itaiópolis e Ipumiram (JBS).

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas