nsc

publicidade

Moacir

Posicionamento

Associação repudia liberação de agressor de PM em Jaraguá do Sul

Compartilhe

Por Moacir Pereira
16/09/2019 - 12h20 - Atualizada em: 16/09/2019 - 12h40
Tentativa de homicídio foi gravada por morador e imagens foram anexadas ao inquérito(Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)

A Associação dos Praças da Polícia Militar (Aprasc) emitiu nota de repúdio contra a liberação de um motorista que agrediu um policial militar em Jaraguá do Sula. O condutor foi solto pós audiência de custódia e pagamento de fiança. As câmeras mostram claramente a violência do agressor.

A Aprasc critica a soltura de motorista, que provocou traumatismo craniencefálico no policial, segundo diagnóstico do hospital. A assessoria jurídica da Aprasc informou que está atenta ao caso e à disposição do PM agredido.

Veja a íntegra da nota:

"A Aprasc vem a público manifestar repúdio à liberação do motorista que agrediu um policial que estava simplesmente fazendo seu trabalho. É preciso endurecer as leis contra quem agride policiais. Fica a nossa solidariedade ao policial e ao 14º Batalhão da Polícia Militar", destacou o presidente da Aprasc, subtenente João Carlos Pawlick.

Entenda o caso

O fato ocorreu durante uma abordagem habitual de trânsito em Jaraguá do Sul na noite de sábado (14), motivada por manobras bruscas de um veículo em alta velocidade na rua Ferdinando Pradi.  De acordo com o 14º Batalhão de Polícia Militar, tudo ocorria normalmente até que o motorista do veículo soube que o carro seria guinchado por não estar com a documentação em dia, além de ser preso por dirigir embriagado. O homem não acatou as ordens dos policiais e começou a reagir, até que, em certo momento, ele dá um soco em um dos agentes, que cai no chão e é agredido por mais um violento chute na cabeça. Para tentar impedir o motorista, o outro agente efetua um disparo com arma não letal no homem. A ação não tem efeito e ele segue tentando agredir o policial, que saca a arma letal e o faz deitar no chão. Na sequência, chegam reforços e o homem é preso. Segundo a PM, o motorista foi liberado em audiência de custódia e pagamento de fiança de R$ 5 mil. Ele terá que responder ao Judiciário.

Assista ao vídeo da confusão:

Delegado diz que homem pode ser preso por tentativa de homicídio. Ouça a entrevista:

Leia as últimas notícias do NSC Total

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC

Moacir Pereira

Moacir Pereira

Moacir Pereira

Principal nome do jornalismo político catarinense, é respeitado pela classe assim como nos campos empresarial e jurídico. A exclusividade de suas notícias se reflete na sua credibilidade.

moacir.pereira@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade