nsc

publicidade

Confusão

Deputado Bruno Souza é  agredido no campus da UFSC

Compartilhe

Moacir
Por Moacir Pereira
11/09/2019 - 17h03 - Atualizada em: 11/09/2019 - 19h46

O deputado estadual Bruno Souza foi agredido na tarde desta quarta-feira na frente da Reitoria da UFSC por seis pessoas quando dialogava com estudantes.

A agressão partiu de um grupo que exibia uma faixa Lula Livre e queria a adesão do parlamentar.

Souza registrou Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia do Saco dos Limões e denunciará o fato na Assembleia Legislativa. No documento, ele e o assessor alegam que agressão ocorreu após terem se recusado a assinar uma petição favorável a liberação do ex-presidente Lula da Prisão.

Mais tarde, durante fala na tribuna da Assembleia Legislativa, o deputado Bruno condenou a violência por parte dos manifestantes:

— Sou um liberal, defendo o capitalismo, a plena liberdade de expressão, enquanto as esquerdas optam pela violência, preferem o paredão – afirmou Bruno Souza.

arquivo pessoal
O boletim foi registrado na delegacia do bairro Saco dos Limões
(Foto: )

Veja o vídeo gravado pelo deputado e divulgado em suas redes sociais:

DCE da UFSC se manifesta

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UFSC se manifestou por meio de nota. Informou ainda não saber quem entrou em conflito direto com o deputado.

Leia a nota na íntegra:

"Não sabemos ainda quem entrou em conflito direto com o deputado, mas sabemos do histórico de provocações e incitação de conflitos do grupo político do político em questão. Na UFSC estamos construindo uma greve em defesa da educação pública, contra a privatização da universidade e em defesa da gratuidade do ensino, bandeiras todas que o deputado não defende. Não temos confirmação da suposta agressão ainda, mas repudiamos qualquer tentativa oportunista de provocação aos estudantes em seu movimento legítimo."

Leia também: Entenda como fica a situação da UFSC com greve dos estudantes

Moacir Pereira

Colunista

Moacir Pereira

Principal nome do jornalismo político catarinense, é respeitado pela classe assim como nos campos empresarial e jurídico. A exclusividade de suas notícias se reflete na sua credibilidade.

siga Moacir Pereira

Moacir Pereira

Colunista

Moacir Pereira

Principal nome do jornalismo político catarinense, é respeitado pela classe assim como nos campos empresarial e jurídico. A exclusividade de suas notícias se reflete na sua credibilidade.

siga Moacir Pereira

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade