nsc
    nsc

    Mudança

    Engenheiro civil Marcos Sabino é o novo diretor do Sapiens Parque, em Florianópolis

    Compartilhe

    Por Moacir Pereira
    21/09/2019 - 06h35 - Atualizada em: 21/09/2019 - 07h27
    (Foto: Hards / Divulgação)

    O engenheiro civil Marcos Sabino, atual secretário executivo de Articulação Internacional da SCPar do governo estadual, é o novo diretor presidente do Sapiens Parque. Foi eleito pelo Conselho de Administração, para ocupar o lugar do advogado Saulo Vieira. O diretor executivo José Eduardo Fiates, também está se despedindo daquela empresa. Seu sucessor será escolhido futuramente. A posse da nova direção será em 30 dias.

    Luiz Henrique

    Presidência do Senado Federal convidando parlamentares, autoridades e catarinenses para o ato de inauguração da Sala Senador Luiz Henrique da Silveira. A homenagem “vai eternizar o nome do ex-governador catarinense num dos espaços mais frequentados da mais Alta Corte Legislativa”, a Sala do Cafezinho, anexa ao Plenário. A proposta teve autoria do ex-senador Paulo Bauer.

    Histórico

    Engenheiro agrônomo Glauco Olinger está recebendo cumprimentos de profissionais, lideranças, autoridades e amigos durante toda a semana. Está comemorando 97 anos com uma vitalidade e memória invejáveis. Considerado o “pai da agricultura catarinense” pelo que criou, instalou, aprimorou no Estado e no Brasil está com mais um livro no prelo para ser lançado nas próximas semanas. Tem selo da Editora Unisul.

    Curtas

    Sábado

    Comemora-se neste sábado (21) o Dia do Auditor Fiscal, atividade que tem os mais relevantes serviços prestados ao Estado. Eles aguardam concurso, eis que dos 364 ativos 120 estão aptos a aposentadoria.

    Gás

    Empresas e organizações ligadas a distribuição de gás participam na próxima segunda de debate na Câmara de Assuntos de Energia da Fiesc sobre o futuro do gás em SC.

    Saúde

    A discriminação catarinense pelo governo federal tem dados de impacto, como diz o deputado Darci Matos. "O Estado manda para Brasília R$ 50 bilhões em arrecadação. E só recebe R$ 8 bilhões em obras em serviços. O governo começa mal. Isto é inaceitável."

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas