nsc

publicidade

Política

Governador avalia a reposição salarial dos policiais militares

Compartilhe

Moacir
Por Moacir Pereira
13/10/2019 - 11h24 - Atualizada em: 13/10/2019 - 11h39
Foto: Diorgenes Pandini

Reunião agendada para a próxima quinta-feira, dia 17, entre o secretário da Fazenda, Paulo Eli, da Casa Civil, Douglas Borba, o secretário Adjunto da Administração, Luiz Dacol, os dirigentes da Aprasc e o deputado Sargento Lima, vai tratar concretamente do pedido de reposição salarial dos Policiais Militares e dos Bombeiros Militares.

A decisão foi tomada durante reunião na Casa da Agronômica do governador Moisés da Silva com o deputado Sargento Lima(PSL).

Na ocasião, o parlamentar enfatizou que há cinco anos os militares estão sem reajuste salarial, com uma defasagem acumulada de 37%. Na reunião de quinta-feira serão analisadas alternativas.

O governador disse ao deputado que o pleito dos policiais e bombeiros já justo, mas que qualquer reposição salarial depende da disponibilidade financeira do Estado.

Na reunião do dia 17 também será debatido o valor das diárias dos militares que trabalharem na Operação Veraneio 2019/20.

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Moacir Pereira

Colunista

Moacir Pereira

Principal nome do jornalismo político catarinense, é respeitado pela classe assim como nos campos empresarial e jurídico. A exclusividade de suas notícias se reflete na sua credibilidade.

siga Moacir Pereira

publicidade