nsc
    nsc

    Política

    Governo Moisés recua e Assembleia vai manter o duodécimo dos poderes 

    Compartilhe

    Por Moacir Pereira
    11/06/2019 - 13h54 - Atualizada em: 11/06/2019 - 13h57
    Governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva. (Foto: Diorgenes Pandini / NSC Total)

    Decisão absolutamente surpreendente foi tomada esta tarde pelo líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Mauricio Eskudlark (PR), durante reunião da Comissão de Finanças, propondo a aprovação do parecer do deputado Marcos Vieira, que mantém os atuais duodécimos dos poderes e da Udesc, refugando a proposta do governador Carlos Moisés da Silva.

    O deputado Sargento Lima (PSL), tinha lido voto vista, pedindo a derrubada das emendas do relator Marcos Vieira, que tratavam exatamente da manutenção do duodécimo dos poderes.

    Com o encaminhamento do governo, avaliado pelo próprio governador, a Comissão de Finanças está aprovando o relatório do deputado Marcos Vieira. E pelas informações, é o que vai prevalecer em plenário, que deverá votar a matéria ainda na sessão desta tarde, pelas previsões dos bastidores.

    A alternativa do governo, sugerindo voto contra seu projeto e pelo parecer do relator, pretende abrir espaços para nova negociação.

    O Executivo deverá remeter outro projeto de lei sobre a matéria, segundo se informa no legislativo.

    A reunião da Comissão de Finanças foi inédita na história do legislativo catarinense. Lotou totalmente o plenarinho da Assembleia, presentes os chefes dos poderes, grande número de desembargadores, procuradores e promotores de Justiça, conselheiros do Tribunal de Contas, reitor,professores, servidores e alunos da Udesc.

    A sala das comissões também esteve lotada. Um telão no salão vermelho foi acionado, com a presença de centenas de pessoas.

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas