nsc
    nsc

    Política

    MDB-SC define oposição à cúpula nacional e marca convenção

    Compartilhe

    Por Moacir Pereira
    22/04/2019 - 12h44 - Atualizada em: 22/04/2019 - 19h11

    A Executiva Estadual do MDB decidiu nesta segunda-feira marcar posição contra a cúpula nacional com uma chapa alternativa ao Diretório Nacional. Na mesma reunião fixou para o dia 1º de junho a data da Convenção Estadual que vai escolher os novos dirigentes regionais. Sobre a oposição a Executiva Nacional, nota da assessoria dá mais detalhes:

    “Os emedebistas também validaram um movimento, que será liderado por Santa Catarina, para construção de uma chapa, conjunta com outros estados.  O senador Dário Berger e o deputado federal, Celso Maldaner, foram incumbidos de encabeçar o movimento, buscando o apoio de outros estados para compor uma chapa forte, com possibilidade de fazer frente à atual cúpula nacional.

    A expectativa é de que o Paraná, Rio Grande do Sul, Pernambuco e o Mato Grosso do Sul se incorporem ao movimento catarinense. Segundo Berger, as conversas já foram iniciadas, sendo que o a senadora Simone Nassar Tebet, poderá presidir a chapa. "Estamos trabalhando para somar esforços e construir um projeto sólido e representativo que realmente represente o MDB", disse Berger. 

    Os ex-governadores Eduardo Moreira e Paulo Afonso destacaram que a ação é fundamental, não só para marcar posição, mas para destituir àqueles que mancharam a história do MDB em nível nacional. 

    Mulheres  

    A presidente do MDB Mulher, Dirce Heiderscheidt e a deputada estadual, Ada De Luca, apresentaram o Encontro SOMOS TRANSFORMAÇÃO, que será realizo no próximo dia 6 de maio, em Águas Mornas, reunindo prefeitas, vice-prefeitas, vereadoras presidentes do MDB. A proposta é construir diretrizes para um novo tempo do MDB em Santa Catarina, a partir de palestras e trabalhos que serão realizados pelas mulheres da sigla.”

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas