nsc

publicidade

Política

Moro tem manifestações consagradoras de apoio

Compartilhe

Moacir
Por Moacir Pereira
01/07/2019 - 05h30 - Atualizada em: 01/07/2019 - 07h30
(Foto: Tiago Ghizoni / Diário Catarinense)

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, reconhecido como a maior autoridade brasileira na esfera judicial e o mais premiado no exterior, pela atuação na Lava-Jato, teve manifestações consideradas consagradoras durante todo o dia deste domingo (30). Segundo os organizadores, ocorreram passeatas pacíficas e contundentes aplausos em 203 cidades brasileiras, das quais 15 em Santa Catarina, incluindo as principais.

Em Florianópolis, a Beira-Mar Norte reviveu as entusiásticas participações durante o ano passado, outra vez coberta de verde e amarelo por milhares de manifestantes. Faixas e cartazes em defesa dos ministros Sérgio Moro e Paulo Guedes, de apoio ao presidente Bolsonaro, a favor da reforma da Previdência e da lei anticrime. E com críticas ao Supremo Tribunal Federal e setores da imprensa. Em relação à mais alta corte, a faixa de abertura condenava: “Juízes bandidos no STF? Não mesmo!”.

Como ocorreu em atos anteriores, o ato foi pacífico, sem qualquer incidente. Procurou marcar a posição da população de rejeição às manobras políticas de ministros do Supremo Tribunal Federal para soltar criminosos condenados pela Justiça Federal em várias instâncias, ou para proteger políticos e empresários corruptos, flagrados em roubalheira monumental e já denunciados com provas robustas.

Mensagens que circulam nas redes sociais revelam indignação cada vez maior de setores da cidadania contra certas lideranças e alguns segmentos da imprensa nacional, atuando de forma contumaz contra o governo e contra a nação, como se registrou agora mesmo em notícias manipuladas sobre a missão brasileira na reunião do G-20. 

Projeção

O empresário Luciano Hang, dono da Havan, transformou-se mais uma vez num dos principais destaques nas manifestações a favor da Lava-Jato na avenida Paulista. Vestindo a camisa que o consagrou no ano passado pela atuação pública com dezenas de vídeos nas redes sociais: “O Brasil que queremos só depende de nós” – foi mais uma vez ovacionado e teve direito até a discurso.

PSL: mudanças

Cerca de 300 lideranças da região Sul, representando 26 municípios, participaram do Encontro Regional do PSL, marcado por centenas de novas filiações. Promovido pelo deputado Felipe Estevão, tratou das eleições municipais de 2020 e de nomes para disputar prefeituras e Câmaras. Mudanças no Diretório Estadual do PSL também foram cogitadas. Uma delas, com a substituição de Lucas Esmeraldino pelo deputado federal Fábio Schiochet na presidência do partido.

Canalhas

Ministro Augusto Heleno, recém desembarcou em Brasília, procedente do Japão, subiu num carro de som e disse tudo: “O ministro Moro teve a coragem de abandonar 22 anos de magistratura para se entregar à pátria sem ganhar nada. E esse homem está sendo colocado na parede para tirarem da cadeia um bando de canalhas que afundaram o país. Acho que é uma calhordice quererem colocar o ministro Sérgio Moro na situação de julgado ao invés de ser juiz. Estão querendo inverter os papéis e transformar um herói nacional num acusado.”

Ataque criminoso

Se alguém tem dúvidas sobre a bandidagem e os objetivos dos crimes cibernéticos contra a Lava-Jato, leia o ministro Luiz Roberto Barroso: “Não há nenhuma dúvida de que houve um ataque criminoso” às comunicações de Sergio Moro e Deltan Dallagnol.

– Certamente ocorreu ataque criminoso. Certamente, não se tem nenhuma dúvida – enfatizou.

Fórum

Associação dos Municípios do Oeste (Amosc) realiza nesta segunda-feira (1º), no auditório da Unoesc, em Chapecó, o 1º Fórum de Desenvolvimento Regional.

Moacir Pereira

Colunista

Moacir Pereira

Principal nome do jornalismo político catarinense, é respeitado pela classe assim como nos campos empresarial e jurídico. A exclusividade de suas notícias se reflete na sua credibilidade.

siga Moacir Pereira

Moacir Pereira

Colunista

Moacir Pereira

Principal nome do jornalismo político catarinense, é respeitado pela classe assim como nos campos empresarial e jurídico. A exclusividade de suas notícias se reflete na sua credibilidade.

siga Moacir Pereira

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade