nsc
nsc

Entrevista

“Nosso maior problema é o baixo efetivo”, diz delegado geral da Polícia Civil em Florianópolis

Compartilhe

Por Moacir Pereira
24/07/2019 - 03h15 - Atualizada em: 24/07/2019 - 11h07
Delegado Geral Paulo Koerich e Adjunta Ester Coelho (Foto: Moacir Pereira / Divulgação)

O delegado geral, Paulo Norberto Koerich, concede entrevista coletiva nesta quarta-feira (24), às 10h30min, para falar das comemorações dos 207 anos da Polícia Civil. Entre as inovações de sua gestão, anunciou à coluna o treinamento e a qualificação permanente dos policiais e a instituição do inquérito policial digital.  

Quais são as atuais prioridades da Polícia Civil?

A maior prioridade é a gestão, é o atendimento do policial que trabalha na ponta para que ele possa ter condições de atender o cidadão. Viabilizamos a formação dos novos delegados pela Academia de Polícia, com cursos de atualização dos policiais civis e com especialização dos selecionados para qualificação no Brasil e no exterior. Criamos a Coordenadoria Estadual de Combate à Corrupção, reativamos a Delegacia de Combate aos Crimes contra a Fazenda Pública e a Delegacia contra Crimes Ambientais.

Quais as maiores demandas na Policia Civil?

O carro chefe continua sendo o rol dos crimes praticados com tráfego de substancias entorpecentes. Temos outra vertente forte que é a violência contra a mulher, a ofensiva contra os homicídios em geral e o combate às organizações criminosas. Para tanto estamos investindo na formação e qualificação dos profissionais, em termos de tecnologia e inteligência artificial.

Qual o maior problema da Polícia Civil?

É um problema histórico: o baixo efetivo. 

Alguma sinalização do governador?

De acordo com as perspectivas financeiras do Estado, temos a esperança de que possamos chamar os aprovados dos concursos remanescentes.

Por que o feminicídio se agravou tanto nos últimos anos?

Talvez não tenha se agravado. É possível que esteja havendo maior divulgação e mais denúncias, em função das campanhas das instituições policiais. Há um aumento do número de casos trazidos ao domínio público ou registrados aos órgãos de segurança. Isto requer um estudo científico. Já temos um trabalho nesta área para buscar as causas reais do fenômeno.

Alguma boa noticia para a Polícia Civil?

Vamos implantar o inquérito policial digital. E devo dizer à população que a Polícia Civil irá cumprir a sua missão. Nossos policiais serão valorizados e terão melhores condições de trabalho. 

Colunista

Moacir Pereira

Informações da política catarinense e também sobre os meios empresarial e jurídico. Esta coluna deixou de ser atualizada. Conheça todos os colunistas do NSC Total em: https://www.nsctotal.com.br/

siga Moacir Pereira

Colunista

Moacir Pereira

Informações da política catarinense e também sobre os meios empresarial e jurídico. Esta coluna deixou de ser atualizada. Conheça todos os colunistas do NSC Total em: https://www.nsctotal.com.br/

siga Moacir Pereira

Mais colunistas

    Mais colunistas