nsc
    nsc

    Festa alemã!

    Oktoberfest 2019: mais qualidade e segurança

    Compartilhe

    Por Moacir Pereira
    09/10/2019 - 05h30 - Atualizada em: 09/10/2019 - 09h18
    Oktoberfest 2019 começa nesta quarta-feira (9) (Foto: Patrick Rodrigues / NSC Total)

    Começa nesta quarta-feira nos pavilhões da Vila Germânica, em Blumenau, com solenidade às 22 horas, mais uma edição da Oktoberfest. É a festa da cerveja mais prestigiada do Brasil com a marca de Santa Catarina e o reconhecimento permanente ao laborioso povo do Vale do Itajaí.

    Evento de expressão nacional que começou na Alemanha há mais de 200 anos, iniciando sempre em setembro, teve sua versão brasileira pela primeira vez em Itapiranga, no oeste catarinense, em 1978.

    A primeira edição em Blumenau ocorreu em 1984 e tinha um objetivo definido: recuperar a autoestima da população duramente castigada por uma das maiores enchentes de sua história, em 1983.

    De lá para cá, multiplicaram-se eventos típicos em vários municípios do Estado, incentivou-se a criação de cervejarias artesanais que hoje vencem prêmios de qualidade no Brasil e no exterior, gerando empregos e dinamização à economia.

    O prefeito Mário Hildebrandt define a Oktoberfest de 2019 como “a festa da tradição, da cultura, da gastronomia, da qualidade e da segurança.”

    Esquemas especiais foram montados na limpeza, na higienização dos banheiros, na reciclagem de 2 milhões de copos de plástico e, com rigor, na segurança. Estarão funcionando 154 câmeras de monitoramento, as entradas terão reconhecimento facial, os cinco pavilhões com câmeras especiais em cobertura e 360 graus, o estacionamento de veículos com identificação de placas e os drones completarão a vigilância.

    E o mais importante: em 2018, houve redução de 40% da ocorrências policiais. Este ano a meta é melhorar este índice.

    :: Leia todas as notícias da Oktoberfest 2019

    Ouça o comentário na CBN:

    Negativa

    Pela primeira vez nos 34 anos de realização da Oktoberfest, a Prefeitura de Blumenau não contará com apoio financeiro do governo do Estado. A Santur negou o pedido formulado pelo prefeito Mário Hildebrandt, alegando que tinha outras prioridades.

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas