nsc
    nsc

    Impasse

    Presidente nacional da OAB divide advogados do Brasil e de Santa Catarina

    Compartilhe

    Por Moacir Pereira
    15/12/2019 - 09h34 - Atualizada em: 15/12/2019 - 09h41
    Foto: OAB / Divulgação
    Foto: OAB / Divulgação

    O presidente do Conselho Estadual da OAB, Rafael Horn, fez uma manifestação clara e contundente sobre o papel da entidade, posicionando-se sobre os últimos enfrentamentos envolvendo o presidente nacional da Ordem, Felipe Santa Cruz, que continua desrespeitando as autoridades e ofendendo até os seus colegas.

    O novo episódio foi provocado por declaração de Santa Cruz, dizendo ser "mau caráter" o advogado que apoia o presidente Jair Bolsonaro. Um verdadeiro bombardeio partiu de advogados em vários Estados, incluindo aqui em Santa Catarina. Santa Cruz só tem provocado racha entre os próprios advogados brasileiros e catarinenses.

    No inicio da última reunião do ano do Conselho Estadual, Rafael Horn não citou o presidente nacional, mas as críticas referiam-se às desastradas declarações.

    A integra da manifestação de Horn:

    "Reiteramos o compromisso da Seccional catarinense de defender as liberdades política, ideológica, de pensamento e de expressão.

    Entendemos não ser função da entidade adjetivar políticos, autoridades e agentes públicos, muito menos opinar sobre as opções ideológicas dos eleitores. 

    Nossa interlocução com os atores políticos e agentes públicos deve se limitar à missão institucional da Ordem, de defesa da advocacia, da legalidade, da cidadania e da democracia.  E se eventualmente houver afronta a um destes pilares defendidos pela Ordem, nossas críticas hão de se restringir aos fatos e atos administrativos ou políticos, independente de quem seja o autor, sem, contudo, "fulanizar" o debate.

    Da mesma forma, pugnaremos por reciprocidade das autoridades, em respeito à história da Ordem, independente de quem esteja à frente da instituição, pois a Seccional catarinense acredita que o diálogo institucional maduro é o melhor caminho para engrandecer a advocacia e  construir avanços para a sociedade."

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas