nsc

publicidade

Moacir

Em Brasília

Procurador: líderes acenam com veto parcial na lei de abuso de autoridade

Compartilhe

Por Moacir Pereira
20/08/2019 - 19h38 - Atualizada em: 20/08/2019 - 19h39

O Procurador Geral de Justiça de Santa Catarina, Fernando da Silva Comin, participou nesta terça-feira em Brasília de uma verdadeira maratona de reuniões e audiências com autoridades do Poder Executivo e com lideranças parlamentares, juntamente com Procuradores Gerais de outros Estados.

O roteiro começou em audiência com o ministro da Justiça, Sérgio Moro, quando o Ministério Público como um todo ofereceu sugestões para que o presidente da República vete, ainda que parcialmente, o projeto aprovado na Câmara Federal de forma simbólica na Lei de Abuso de Autoridade.

Comin esteve depois em reunião com o líder do governo na Câmara, deputado Vitor Hugo, presente o deputado catarinense Darci de Matos. Ali, as informações da liderança são de que a tendência é de veto parcial do presidente da República.

Os procuradores participaram também de um ato público defronte o Supremo Tribunal Federal, em defesa da autonomia das instituições. O presidente da Associação Catarinense do Ministério Público, Marcelo Gomes da Silva, também se encontra em Brasilia, mobilizado com lideranças estaduais contra a sanção do projeto.

publicidade