nsc
    nsc

    Software

    Quer trabalhar com desenvolvimento de tecnologia? Você precisa saber o que é uma API

    Compartilhe

    NSC
    Por NSC Lab
    17/03/2021 - 13h26 - Atualizada em: 17/03/2021 - 13h39
    AP Photo/Peter Dejong
    Robôs garçons e APIs (Foto: AP Photo/Peter Dejong)

    São diversos os profissionais que lidam com o desenvolvimento de tecnologia. Não estamos falando somente sobre programadores, desenvolvedores e arquitetos de software.

    Além dessa galera, existem outros especialistas que contribuem com o processo de criação de novos negócios e de novas funcionalidades de produtos digitais. São redatores, designers, profissionais de negócio, além dos especialistas de cada segmento.

    A sigla API - Application Programming Interface, refere-se a um conjunto de rotinas e padrões de programação que possibilitam o acesso a um aplicativo de software ou plataforma baseado na Web. Mas fique tranquilo:

    Vamos te explicar de maneira bem simples

    como funciona esse modelo de integração que proporcionou um salto gigantesco no surgimento de novos negócios inovadores devido a sua capacidade de integrar funcionalidades e prover agilidade aos sistemas.

    Fazendo uma analogia, imagine um restaurante.

    O Garçom é a API.

    Ele anota o pedido do cliente e vai à cozinha (servidor) solicitar que seja preparado o pedido. A depender da estrutura e da demanda da cozinha, o pedido é processado de forma mais rápida ou mais lenta.

    Um exemplo bem simples e corriqueiro da utilização de APIs são os sites de empresas que contém um mapa do Google informando, em tempo real, qual o melhor caminho para o cliente chegar até lá. O site da empresa (cliente) utiliza uma API (garçom) para acessar o serviço do google maps (restaurante).

    Outro exemplo clássico é a utilização de abas de pagamento em sites e-commerce. O desenvolvedor do site, não precisa criar a interface de pagamentos do zero, basta ele integrar seu site a um servidor que já oferece esta funcionalidade, como Pagseguro, Picpay ou Paypal.

    Reconhecimento facial com APIs
    Reconhecimento facial com APIs
    (Foto: )

    Partindo para aplicações mais complexas, é possível utilizar APIs para controlar a lotação de determinado estabelecimento. As imagens da câmera, são enviadas para um servidor que irá processar os dados, devolvendo informações de toda a movimentação, podendo até fazer o reconhecimento facial dos indivíduos, monitorando a reação de cada um deles.

    As APIs se destacam por conta da sua capacidade de integrar sistemas. O conhecimento vai se somando, e, por uma pequena fração do custo do que seria necessário para desenvolver um software do zero, é possível criar soluções incríveis que facilitam o nosso dia a dia. São verdadeiras “bibliotecas de conhecimento” já validadas e prontas para uso.

    Ramon Cardeal para o NSC Lab

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas