O User-Generated Content é uma estratégia que ajuda as empresas na geração de conteúdo. Sabe quando o público faz comentários em alguns posts da sua empresa? Então, esse comentário pode ser usado como uma forma de gerar mais conteúdo para o seu site.

Continua depois da publicidade

Talvez você esteja se perguntando: mas será que isso realmente funciona? A resposta é sim! Não é à toa que várias empresas já usam essa estratégia para ter ideias de conteúdo. Afinal, criar conteúdo criativo e atrativo para o público-alvo é um grande desafio.

Se você quer saber mais como funciona o User-Generated Content esse artigo pode te ajudar! Nos tópicos a seguir, vamos explicar melhor o que é essa estratégia, como ela funciona e suas principais vantagens. Além disso, confira o porquê você deve começar a usar essa estratégia. Confira!

O que é o User-Generated Content (UGC)?

O UGC — User Generated Content é qualquer conteúdo gerado pelo usuário de uma marca. Geralmente, esse conteúdo é produzido no mundo digital e é bastante explorado pelas empresas.

Esse termo, embora pareça algo novo para muitas pessoas, começou a se tornar popular em 2005. Foi mais ou menos nessa época que a internet começou a se popularizar (principalmente com o uso das lan houses). Esse fácil acesso permitiu que as pessoas pudessem falar mais sobre as marcas.

Continua depois da publicidade

O diálogo entre consumidor e empresa ficou muito mais fácil com a internet. Assim, as empresas passaram a entender melhor o seu público e identificar algumas tendências e obter insights. Dessa forma, as marcas passaram a criar mais conteúdo de valor para atrair potenciais clientes.

Porém, a geração de conteúdo é sempre um desafio e o público tem se tornado cada vez mais exigente. Por isso, as empresas passaram a buscar novas ideias de como criar conteúdo de valor.

Através dos comentários deixados nas páginas, foi possível identificar uma oportunidade ali.

Os comentários do público estão presentes nas redes sociais, fóruns, aplicativos de mensagens, entre outros. O público pode gerar conteúdo de forma orgânica para a sua empresa, o que possibilita a atração de mais pessoas.

É preciso entender que o público pode fazer conteúdo positivo, mas também negativo. Mesmo assim, você deve dar a mesma atenção para os dois tipos de comentários. Assim, o público se sente valorizado pela marca estar prestando atenção.

Continua depois da publicidade

Por que utilizar conteúdo gerado pelo usuário?

Se você está pensando que só deve usar o UGC quando faltar ideia para fazer conteúdo está completamente errado. É claro que essa estratégia ajuda bastante, mas essa não é a única razão que deve te motivar.

Em primeiro lugar, utilizar o conteúdo gerado pelo usuário permite que as pessoas se pronunciem. Ou seja, sua marca abre espaço para que essas pessoas compartilhem suas opiniões, interesses e valores. Dessa forma, elas se sentem bem-vindas em contribuir de certa forma com a marca.

Veja, desde que a internet se tornou acessível o público ganhou um grande poder de influência. São eles que podem influenciar familiares, amigos e vizinhos. Assim, dar esse espaço de fala permite que outras pessoas também conheçam a sua marca.

Consequentemente, cria-se um vínculo com esse público. Quanto mais a marca se mostrar mais receptiva, mais defensores de marca elas agregam.

Continua depois da publicidade

Esse processo é bastante conhecido como “evangelizadores da marca”. Assim, quanto mais conteúdo positivo é produzido pelo público, mais pessoas vão acreditar na sua marca.

E quando o conteúdo é negativo?

Ninguém quer receber um feedback negativo, ainda mais quando o cliente está extremamente insatisfeito. Contudo, ainda existem aqueles conteúdos que são uma observação negativa, mas que podem ser uma porta para a solução.

Muitas empresas observam esse tipo de conteúdo negativo como uma oportunidade de negócio. Algum serviço que pode ser melhorado ou até mesmo dicas de mudar a embalagem.

É preciso entender que todo comentário é válido. Por isso, se caso a sua marca receba um conteúdo gerado pelo usuário que seja negativo, observe. Veja como tornar esse comentário em algo positivo para o seu negócio.

Continua depois da publicidade

Além disso, não “cale” a voz do consumidor que fez o comentário negativo. Isso gera uma imagem negativa para a marca e faz com que mais comentários negativos possam aparecer.

Sendo assim, esteja aberto e preparado para qualquer tipo de conteúdo!

Quais as vantagens de UGC?

Agora, vamos listar abaixo as principais vantagens em utilizar o User-Generated Content.

Investimento de baixo custo

Vamos começar com um dos pontos principais. Sua marca/empresa não precisa fazer um grande investimento para começar a utilizar o USG. Até porque, provavelmente você já possui alguns canais que podem ser utilizados pelo seu público. Esses canais são:

Redes sociais;

Blog;

Landing pages.

Telegram

O maior investimento neste caso é o tempo. Você vai precisar de tempo para engajar o seu público nesses canais de forma que os incentive a gerar conteúdo orgânico para a sua marca. No entanto, com o tempo você recebe altos resultados positivos.

Continua depois da publicidade

Confiança do cliente

Com certeza, antes de comprar algum produto, você já foi pesquisar o que outras pessoas falam sobre ele. Mesmo que sejam desconhecidos, se houver algum comentário negativo você vai ficar com o pé atrás.

Esse é um comportamento comum entre o público atualmente. Em uma pesquisa, realizada pela Nielsen, mostrou que 92% dos clientes confiam em um conteúdo espontâneo gerado por outro usuário.

Alcance nas redes sociais

As redes sociais possuem um poder importante no mundo digital. Por isso, se você deseja ter mais alcance, o conteúdo gerado pelo usuário pode ajudar. É claro que existe um certo esforço para que sua marca consiga tornar os seguidores em promotores da sua marca.

Só que o resultado é gratificante, afinal, imagine 100 mil seguidores sendo promotores de sua marca de forma orgânica? Esse é um objetivo que todas as empresas desejam.

Continua depois da publicidade

Cases de sucesso de UGC

Existem vários cases de sucesso de empresas que utilizaram o UGC. Uma dessas marcas é bastante conhecida entre os brasileiro: a Coca Cola.

Um exemplo que a marca utilizou foi a campanha de garrafas e latinhas personalizadas com nome de pessoas. Se você gosta desse refrigerante, com certeza procurou uma com seu nome. A marca trabalhou para que as pessoas compartilhassem com os amigos as latinhas com seus nomes.

Aqui no Brasil fez tanto sucesso que até o canal “Porta dos Fundos” fez um vídeo e participou da brincadeira.

Portanto, se você ainda não investe nessa estratégia, não perca essa oportunidade. Comece a observar o que o seu público tem produzido e comece a utilizar em favor da sua marca!

Continua depois da publicidade

Curadoria ou User-Generated Content?

Diríamos que as duas coisas, um erro muito comum das marcas é pensar que frequência e relevância são as mesmas coisas. Bem como, estamos no ápice da era da informação, se destacar não é nada fácil. Quem diz o contrário está mentindo!

Curadoria ou User-Generated Content? O primeiro passo é mergulhar entender a comunidade antes de produzir por isso as duas estratégias são importantes. Nesse sentido, a curadoria busca lapidar informações brutas entender o que usuário busca: O que ouve? o que busca? o que vem sendo entregue sobre essa necessidade? Como buscar uma identificação de nicho?

Já User-Generated Content está acontecendo no presente são insumos valiosos para construção do conteúdo. Aqui de alguma forma você já impactou o cliente para gerar uma ação. Ser estratégico aqui vai te ajudar a ganhar propriedade.

Em resumo, o processo de construção de conteúdo digital não é cíclico, ou seja, precisa sempre de adequação, redação, edição e novos horizontes para se manter relevante.

Continua depois da publicidade

Taís Carra, Estrategista Digital, para o NSC Lab.

Destaques do NSC Total