nsc
    nsc

    AVENTURA

    Ciclista de Indaial pedala 2,7 mil quilômetros até o Deserto do Atacama, no Chile

    Compartilhe

    Por Pancho
    27/11/2019 - 14h37
    Arcesio Antonio Gadotti Junior, cicloturista
    Arcesio esteve em Salinas Grandes, noroeste da Argentina.Foto: Arquivo pessoal

    Depois de 37 dias pedalando o indaialense Arcesio Antonio Gadotti Junior, de 35 anos, chegou ao Chile, mais precisamente no Deserto do Atacama, norte do país. Ele iniciou a aventura no dia 21 de outubro em Indaial e chegou à cidade de San Pedro de Atacama na terça-feira, dia 26.

    Na companhia da bicicleta Specialized Fuse, Gadotti percorreu em média 73 quilômetros diários para alcançar o objetivo. Passou pelo interior de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, diversas províncias argentinas, como Missiones, Salta e Jujuy, e atravessou a Cordilheira dos Andes, onde pedalou a quase 5 mil metros acima do nível do mar.

    Instagram
    Nos stories do Instagram do ciclista é possível ver como foi cada dia da aventura
    (Foto: )

    Agora ele aproveita alguns dias na região mais seca do planeta e no início do próximo mês volta para o Brasil, mas de avião. Toda a viagem pode ser revista no Instagram do aventureiro: @gadottijunior.

    A viagem mais longa

    Gadotti já tem experiência em viagens longas de bicicleta, mas esta foi a maior em distância percorrida. Antes ele já havia pedalado por Santa Catarina e Rio Grande do Sul e desde pequeno tinha o sonho de fazer uma viagem mais longa.

    Na Argentina, o que mais chamou a atenção dele foi as diferenças no desenvolvimento entre as províncias. “Chaco e Santiago Del Estero estão atrasadas (...) muita pobreza e problemas sociais graves. Salta e Jujuy são turísticas e mais desenvolvidas. Aprendi a ver ângulos diferentes da vida”, contou ele à coluna.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas